Toffoli deve ficar afastado do STF por 10 dias após alta médica

Ministro do Supremo Tribunal Federal está internado há 7 dias após passar por uma pequena cirurgia e desenvolver um quadro de pneumonia

Ministro Dias Toffoli é presidente do Supremo Tribunal Federal

Ministro Dias Toffoli é presidente do Supremo Tribunal Federal

Foto: Nelson Jr./SCO/STF (13/05/2020)

Um boletim médico divulgado nesta sexta-feira (29) pela equipe médica responsável por cuidar do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, afirmou que ele deve receber alta nos próximos dias, mas que deverá permanecer em repouso por dez dias.

"O paciente permanecerá com a recomendação de repouso domiciliar, afastado das atividades laborais pelo menos por dez dias, quando será reavaliado pela equipe médica", diz o boletim assinado pelos médicos João Pantoja, pneumologista, Ludhmila Abrahão Hajjar, cardiologista e intensivista,   Luiz Lobato, cirurgião, e Pedro Loretti, diretor-geral do hospital DF Star.

Toffoli foi internado na sexta-feira (23) passada para passar por um procedimento cirúrgico de urgência, acabou tendo um quadro de pneumonia que precisou ser tratado.

No ínicio houve suspeitas de que ele teria desenvolvido covid-19, mas logo foram feitos testes que deram negativos para a doença.