Brasil Unigrejas repudia participação de crianças em campanha de fast-food

Unigrejas repudia participação de crianças em campanha de fast-food

Filme 'Como Explicar', da rede Burger King, faz doutrinação de ideologias de gênero com a presença de menores de idade

  • Brasil | Do R7

Rede de fast-food mudou logomarca em campanha LGBT

Rede de fast-food mudou logomarca em campanha LGBT

Divulgação

A Unigrejas (União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos) repudiou, em nota, a campanha publicitária Como Explicar, da rede Burger King, que apresentou crianças e pré-adolescentes falando sobre a questão LGBT.

No texto, a entidade “manifesta inconformidade quanto ao uso de crianças para doutrinação de ideologias sexuais, assim como reforça o respeito aos valores da família tradicional e o ensino de princípios bíblicos que são base de nossa sociedade”.

De acordo com a Unigrejas, “para o melhor interesse do menor, deve ser resguardada a sua integridade física, psíquica e moral. Ainda, a educação da criança segundo valores de sua própria família é um direito fundamental, reconhecido em documentos internacionais e protegido pela legislação brasileira”.

A propaganda foi veiculada pela rede de fast-food em razão do Dia Internacional do Orgulho Gay, em 28 de junho. O restaurante afirmou que “o vídeo é voltado e pensado especificamente para o público adulto” e “contou com a curadoria de especialistas em psicologia para garantir o uso de uma linguagem adequada”.

Veja a íntegra da nota de repúdio da Unigrejas.

Últimas