Coronavírus

Brasil "Venham para o meio do povo", diz Bolsonaro ao criticar governadores

"Venham para o meio do povo", diz Bolsonaro ao criticar governadores

Presidente usou suas redes sociais para de novo atacar prefeitos e governadores que adotam restrições para controlar covid-19

Presidente usou as redes sociais para defender suas falas em evento polêmico no Ceará

Presidente usou as redes sociais para defender suas falas em evento polêmico no Ceará

José Dias/PR-26/02/2021

O presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais neste sábdo (27) para novamente atacar prefeitos e governadores que adotam medidas restritivas para controlar a covid-19 no país. Na publicação, Bolsonaro afirma: "os que me criticam, façam como eu: venham para o meio do povo" - fazendo referência a aglomeração que causou durante evento no Ceará. Bolsonaro ainda escreveu o que o mais ouviu de seus seguidores foi "eu quero trabalhar".

No tuíte também está embedado um vídeo com falas e imagens do evento. "Aos políticos do executivo que me criticam, sugiro que façam o que eu faço. O povo não consegue mais ficar em casa. O povo quer trabalhar. Esses que fecham tudo e destroem empregos estão na contramão do que o povo quer. Vá para o meio do povo mesmo depois das eleições", afirmou o presidente, durante evento nest sexta-feira (26) para retomada de obras em rodovias federais na cidade de Tianguá, região da Serra da Ibiapaba.

Nesta mesma sexta-feira (26),  o Brasil completou um ano do registro do primeiro caso de contaminação pela covid-19. O país contabiliza mais  de 10 milhões de contaminados e 250 mil mortos.

Mesmo assim, Jair Bolsonaro reforçou, mais uma vez, ser contra as medidas sanitárias de distanciamento social parcial e completa (lockdowns) promovidas por prefeitos e governadores para conter a disseminação do novo coronavírus.

Últimas