CPI da Covid

Brasil Vieira entrará com representação contra Heinze no Conselho de Ética

Vieira entrará com representação contra Heinze no Conselho de Ética

Líder no Senado acusou colega, que faz defesa do tratamento precoce contra covid, de trazer "informações falsas" à CPI da Covid

  • Brasil | Do R7, com Agência Estado

Senador faz parte do grupo de oposicionistas e independentes ao governo Bolsonaro na CPI

Senador faz parte do grupo de oposicionistas e independentes ao governo Bolsonaro na CPI

Edilson Rodrigues/Agência Senado - 20.05.2021

O líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE), anunciou na sessão da CPI da Covid que irá protocolar representação no Conselho de Ética da Casa contra o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS). Segundo Vieira, os motivos do pedido são as "repetidas informações falsas" de Heinze, defensor do uso de medicamentos sem comprovação científica contra a covid-19, cujo uso traz efeitos colaterais graves.

"Informo à comissão que estou representando no Conselho de Ética em face do colega Heinze, amigo pessoal e pessoa de quem gosto muito, mas que está prestando um desserviço ao repetidamente trazer informações falsas. A CPI e o Senado não podem se prestar a isso", disse Vieira.

Senador aliado ao governo Bolsonaro, Heinze tem feito a defesa do kit covid para tratamento do novo coronavírus desde os primeiros depoimentos da CPI da Covid, o que já lhe rendeu diversas discussões com colegas. 

Já o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, em seu depoimento aos senadores nesta terça-feira (8), afirmou não cloroquina não tem eficácia comprovada contra a covid-19. "Senador, eu já respondi a Vossa Excelência, essas medicações não têm eficácia comprovada. Não têm eficácia comprovada", disse ao relator, Renan Calheiros (MDB-AL).

Últimas