Jair Bolsonaro

Brasília 7 de Setembro: 'Nunca foi tão importante’, diz Bolsonaro

7 de Setembro: 'Nunca foi tão importante’, diz Bolsonaro

Presidente afirmou que ‘muitos querem’ que ele tome ‘certas medidas’, mas que agirá ‘dentro das quatro linhas da Constituição’

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Presidente acredita que data será fundamental para mudar o destino do país

Presidente acredita que data será fundamental para mudar o destino do país

Evaristo Sá/AFP - 26.08.2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, na manhã desta terça-feira (31), que “nunca houve uma oportunidade tão importante” para mudar o destino do país como o feriado de 7 de Setembro que se aproxima.

“As oportunidades aparecem. Nunca uma outra oportunidade para o povo brasileiro foi tão importante ou será tão importante quanto esse nosso próximo 7 de Setembro”, disse.

Bolsonaro ainda declarou que “muitos querem” que ele tome “certas medidas”. Ele não detalhou quais seriam essas medidas, mas declarou que vai agir dentro da Constituição Federal.

“Muitos querem que eu tome certas medidas. Creio que nós vamos mudar o destino do Brasil. E tenho certeza: dentro das quatro linhas da nossa Constituição”, afirmou.

O presidente ainda declarou que não será “levantando uma espada para cima” que mudará o destino do Brasil, por causa da “complexidade” dos dias de hoje.

“Não será levantando uma espada para cima e proclamando algumas palavras. No passado foi assim. Hoje, pela complexidade, pelo que está em jogo na nossa nação, será um pouco diferente”, disse.

Bolsonaro também disse que é “muito mais fácil” para ele estar “do outro lado”, embora não tenha especificado qual seria esse lado.

“É muito, muito mais fácil para mim, estar do outro lado. Muito mais fácil. Mas eu prefiro, primeiro, ter a minha consciência tranquila para com o Criador. E, depois, estar em paz com esse povo maravilhoso que é o povo brasileiro.”

As declarações ocorreram durante a cerimônia de inauguração de um complexo de captação e tratamento de água em Uberlândia (MG), em meio a um atrito entre os Três Poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

São esperadas manifestações pró-governo federal no feriado nacional. O próprio presidente Jair Bolsonaro já afirmou que deve participar de atos em Brasília, de manhã, e em São Paulo, à tarde.

Últimas