Brasília 'Ainda é cedo' para suspender uso obrigatório de máscara, diz Ibaneis

'Ainda é cedo' para suspender uso obrigatório de máscara, diz Ibaneis

O governador falou sobre o tema ao R7. Quando acontecer, a medida será paulatina e valerá, primeiro, para ambientes abertos

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Governador do DF, Ibaneis Rocha, disse que não é hora de suspender uso de máscara

Governador do DF, Ibaneis Rocha, disse que não é hora de suspender uso de máscara

Jéssica Moura/R7

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), afirmou que ainda é cedo para suspender a obrigatoriedade do uso de máscara na capital. A possibilidade, no entanto, não está descartada.

O chefe do Executivo local aguarda o avanço da vacinação e acompanha a divulgação dos índices de transmissão (Rt) da Covid-19, levantados pela Secretaria de Saúde, para tomar uma decisão embasada tecnicamente.

O Rt indica como o vírus está se comportando entre as pessoas. Se está acima de 1, significa que cada pessoa contaminada passa a doença para mais de um indivíduo e a pandemia corre o risco de sair do controle.

Quando acontecer, segundo o governador, a suspensão da obrigatoriedade também não será completa. Inicialmente, só se dará em ambientes abertos, mas ainda será obrigatória no transporte público e em ambientes fechados.

“Com o avançar da vacinação e a redução dos índices de transmissão, será possível abrir mão desse importante utensílio primeiramente em ambientes abertos. Mas ainda é cedo”, disse Ibaneis ao R7.

O movimento mais recente ocorreu nesta sexta (22), quando o Governo do DF definiu que as aulas nas escolas públicas serão totalmente presenciais a partir de 3 de novembro. Por enquanto, a determinação da Secretaria de Saúde é que a população se vacine e mantenha as medidas não farmacológicas de combate ao vírus, como distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos.

Últimas