violência contra a mulher

Balanço Geral DF Acusado de matar estudante de direito, no Riacho Fundo, vai continuar preso 

Acusado de matar estudante de direito, no Riacho Fundo, vai continuar preso 

O homem foi preso em flagrante , mas a prisão, foi convertida em preventiva

Acusado de matar a estudante, Milena Cristina Gonçalves, 24 anos, vai continuar preso. Gabriel Borges, foi preso em flagrante, mas teve a prisão convertida para preventiva.

A estudante de direito foi encontrada morta por enforcamento no último sábado (16). De acordo com o pai da jovem, Vanderlan Souza Conrado, 47, quando ele chegou à casa da filha, encontrou o suspeito do crime, Gabriel Borges. O suspeito chamou a polícia e chegou a pedir perdão ao pai da vítima. Ele teria dito que estava sob efeito de drogas.

Últimas