Balanço Geral DF Paciente apaixonado é acusado de perseguir psicóloga 

Paciente apaixonado é acusado de perseguir psicóloga 

A terapeuta disse que o homem não parava de entrar em contato com ela, mesmo após o encerramento dos atendimentos 

A psicóloga denunciou que o seu ex-paciente a perseguia para a polícia. O homem, de 61 anos, teve um amor platônico pela terapeuta. Quando a psicóloga percebeu esse sentimento, no decorrer das sessões, em julho deste ano, resolveu encerrar os atendimentos. O homem começou a mandar mensagens em suas redes sociais, começou a fazer ligações e passou a encaminhar cartas para o consultório da psicóloga. O homem foi preso em flagrante pelo crime de perseguição.

Últimas