Brasília Bolsonaro: 'Brasil está entre os países que menos sofreram impactos na economia'

Bolsonaro: 'Brasil está entre os países que menos sofreram impactos na economia'

O presidente destacou ainda que não consegue resolver os problemas do país por meio de Medidas Provisórias 

  • Brasília | Priscila Mendes e Isabella Macedo, do R7, em Brasília

Presidente disse que a inflação é culpa das medidas de restrição impostas pela pandemia de Covid

Presidente disse que a inflação é culpa das medidas de restrição impostas pela pandemia de Covid

Evaristo Sá/AFP

Em interação com apoiadores na manhã desta quarta-feira (8/9), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que a inflação enfrentada no Brasil é culpa das medidas de restrição impostas pela pandemia de Covid. "Uma das consequências do fechamento (do comércio) é a inflação. O pessoal me culpa agora pela inflação. É impressionante. Falta conhecimento. Se fosse um outro presidente, tinha é ajudado a fechar tudo. A Argentina está meio complicado lá. Teve um lockdown decretado pelo presidente. Eu não embarquei nessa, não", disse o presidente ao grupo.

Bolsonaro criticou a Organização Mundial da Saúde. "A OMS está desacreditada, mas disse que tem que aprender a conviver com o vírus. Eu falei em março do ano passado isso. Não tem como fugir, nego achando que ficando dentro de casa o vírus ia embora. Foi embora o emprego, veio a inflação."

Para o presidente, o Brasil está entre os países que menos sofreram impactos na economia, citando o auxílio emergencial oferecido aos brasileiros durante a pandemia. Em relação aos partidos políticos, afirmou que está recebendo ataques por conta dos altos preços dos alimentos e dos combustíveis. “Estão me atacando, mas foram os próprios partidos que apoiaram as medidas dos governadores”, destacou.

Ele atribuiu, mais uma vez, os preços altos aos governadores. “O preço do combustível está R$ 2 o litro da gasolina. O pessoal tem que entender por quê chega a R$ 7 na bomba. O gás está R$ 50. O pessoal tem que entender por quê chega a R$ 80. O cara engarrafa aqui, anda 10 quilômetros e chega a R$ 80 lá."

O presidente destacou ainda que não consegue resolver os problemas do país por meio de Medidas Provisórias. “O Brasil é um emaranhado de problemas. Isso que o país vive é uma década de desmandos apoiados por vocês de forma inconsciente. Tem coisa que não dá pra resolver na canetada por meio de Medida Provisória. Há contratos e bilhões em jogo. Não consigo resolver de uma hora para outra”.

Últimas