Brasília Bolsonaro debate saúde e clima no primeiro dia da cúpula do G20 

Bolsonaro debate saúde e clima no primeiro dia da cúpula do G20 

Comércio e inclusão social também estão entre as prioridades do governo brasileiro durante debate com líderes mundiais 

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Presidente Bolsonaro participa de reuniões com líderes mundiais em Roma, na Itália

Presidente Bolsonaro participa de reuniões com líderes mundiais em Roma, na Itália

Ettore Ferrari/EFE/EPA - 31.10.2021

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa, neste sábado (30), em Roma, do primeiro dia da reunião da cúpula de líderes do G20, grupo formado pelas 20 maiores economias do mundo. O encontro na capital da Itália começa com discussões centradas em economia e saúde global, mudanças do clima e desenvolvimento sustentável. Durante as reuniões, Bolsonaro vai priorizar outros temas como comércio, inclusão social e meio ambiente. 

Durante coletiva de imprensa realizada na semana passada, o secretário de Assuntos Econômicos Internacionais do Ministério da Economia, Erivaldo Gomes, já havia adiantando que os grandes temas trabalhados na cúpula do G20 envolvem desafios, riscos e vulnerabilidade para a economia atual. Por isso, o governo brasileiro vai enfatizar durante o encontro os programas lançados durante a pandemia, como o auxílio emergencial, além de ressaltar números de emprego.

O objetivo do Brasil é defender propostas para a recuperação econômica no pós-pandemia e um comércio internacional com menos barreiras tarifárias e subsídios distorcivos nos setores agrícola, industrial e de energia não renovável.

Esse foi inclusive um dos assuntos reforçados durante o discurso do presidente na abertura da reunião do G20. Na ocasião,  Bolsonaro aproveitou para cobrar dos líderes mundiais um comércio “livre de medidas distorcidas e discriminatórias”.

Entre as prioridades a serem defendidas pelo presidente Bolsonaro ainda estão o comércio e os investimentos internacionais, considerados instrumentos  poderosos para a promoção do desenvolvimento sustentável. Nesse sentido, as reformas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Mundial do Comércio (OMC) também estarão em debate. 

No campo da saúde, o enfoque é no panorama sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19 e os esforços do governo brasileiro para agilizar ampliar e diversificar a capacidade produtiva de vacinas e insumos farmacêuticos em vários países, especialmente entre os países em desenvolvimento.

Sobre o clima, serão discutidos alguns assuntos como as políticas de transição para a economia verde, com a precificação e criação do mercado de crédito de carbono. 

Além da reunião da Cúpula do G20, o presidente participará de reuniões bilaterais, até domingo (31), com autoridades de outros países, acompanhado dos ministros das Relações Exteriores, Carlos França, e da Economia, Paulo Guedes. 

Neste sábado, o presidente deve se reunir com o secretário-geral da Organização para Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, Mathias Cormann. 

Últimas