Jair Bolsonaro

Brasília Bolsonaro diz que pode fechar com PL nesta quarta: '99,9%'

Bolsonaro diz que pode fechar com PL nesta quarta: '99,9%'

Ele afirmou que deve conversar com o presidente do partido sobre 'detalhes de SP' para as eleições de 2022; 'bastante encaminhado'

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

Bolsonaro diz que deve fechar com o PL nesta quarta (10): 'Depende de última conversa'

Bolsonaro diz que deve fechar com o PL nesta quarta (10): 'Depende de última conversa'

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 04.11.2021

O presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou nesta quarta-feira (10) que pode fechar acordo para se filiar ao Partido Liberal (PL) nesta quarta-feira (10). Em entrevista a uma rádio do Espírito Santo, o chefe do Executivo disse que está “99,9%” fechado com a legenda. “Depende de uma última conversa hoje, mas está bastante encaminhado”, declarou.

Bolsonaro está sem partido desde novembro de 2019, quando deixou o Partido Social Liberal (PSL). Nesta quarta, ele disse que negocia com o presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, alguns detalhes sobre o planejamento para as eleições de 2022 em São Paulo, mas que deve “bater o martelo hoje”.

“Se eu vier a disputar a reeleição, eu quero ter um candidato ao governo do estado, lá em São Paulo, um candidato ao Senado e uma boa bancada de indicados. Está faltando acertar esse pequeno detalhe com o Waldemar, que eu acredito que a gente acerte no dia de hoje. Porque agora tem um fato novo, extremamente relevante para o PL, que é a possível ida do presidente da República para lá, que vou levar mais solução do que problemas”, disse.

Bolsonaro justificou que o estado é estratégico no planejamento para a campanha de 2022 e para a governabilidade do presidente da República. "São Paulo tem mais de 30 milhões de eleitores. É o maior colégio eleitoral do Brasil. É o estado que tem o maior PIB do Brasil. O segundo maior PIB do Brasil é São Paulo. O primeiro é o meu, federal. A capital, São Paulo, é o terceiro PIB”, afirmou.

Na última segunda-feira (8), Bolsonaro disse a apoiadores, na entrada do Palácio da Alvorada, que sua filiação ao PL deveria sair "nesta semana”. No mesmo dia, o Blog do Nolasco havia antecipado a confirmação das negociações para a filiação de Bolsonaro à sigla. O ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, e o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente, auxiliam nas negociações.

O PL concorria com outras duas legendas para fechar com o presidente, os partidos Progressista e Republicanos. Quando a filiação ocorrer, o PL também deverá receber dezenas de parlamentares aliados ao presidente.

A legenda espera assinar a filiação de Bolsonaro no dia 22 de novembro. No próximo dia 17 será feita uma reunião entre os principais líderes do partido para comunicar a filiação do atual chefe do Executivo.

Últimas