Brasília Bolsonaro promete incluir Roraima no sistema de energia nacional 

Bolsonaro promete incluir Roraima no sistema de energia nacional 

Atualmente, Roraima é a única unidade da Federação que não faz parte do sistema de transmissão interligado

  • Brasília | Do R7

O presidente discursou para apoiadores em evento em Roraima

O presidente discursou para apoiadores em evento em Roraima

Alan Santos/PR - 18.09.2021

O presidente Jair Bolsonaro prometeu na tarde desta quarta-feira (29) que Roraima estará, em três anos, dentro do sistema interligado de transmissão de energia elétrica brasileiro. “Hoje lançamos a pedra fundamental para construir o Linhão Manaus-Boa Vista”, declarou o presidente em discurso ao lado do governador do estado, Antonio Denarium (sem partido).

Atualmente, Roraima é a única unidade da Federação que não faz parte do sistema interligado. “Certamente o progresso se fará acompanhar cada vez mais dessas medidas. E devemos isso ao trabalho, logicamente, do Executivo e de grande parte do Legislativo por vocês. Fizemos isso em conjunto”, afirmou Bolsonaro.

O presidente anunciou ainda que retornará ao estado quando as obras começarem. Disse que pretende voltar a Roraima para visitar o município de Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, onde o governo federal tem a Operação Acolhida, que recebe imigrantes venezuelanos.

“Eu quero ir à fronteira, eu quero ir em Pacaraima e quero conseguir imagens para mostrar para o povo brasileiro que nós não podemos seguir o caminho da nossa querida Venezuela”, afirmou.

Sem citar nomes desta vez, Bolsonaro voltou a criticar o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro, que sucedeu a Hugo Chávez no cargo. Ele também criticou a esquerda, de maneira geral.  “Não queremos seguir o caminho de outros países, que o seu povo, ao inadvertidamente eleger gente com pensamento de esquerda, lançou-se como um todo no caminho da ditadura, da pobreza, da fome e da miséria”, disse.

Últimas