Brasília Bolsonaro volta ao Brasil nesta quinta; veja destaques da viagem

Bolsonaro volta ao Brasil nesta quinta; veja destaques da viagem

Em viagem oficial, presidente, primeira-dama e comitiva passaram por Emirados Árabes, Bahrein e Catar

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Presidente Jair Bolsonaro e Michelle desembarcam no Catar

Presidente Jair Bolsonaro e Michelle desembarcam no Catar

Qatar News Agency/Handout via REUTERS - 17.11,21

O presidente Jair Bolsonaro volta do Oriente Médio nesta quinta-feira (18) após uma viagem de cinco dias por três países. Ele viajou na última sexta-feira (12). A primeira parada da agenda oficial foi em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde ocorre a Expo Dubai 2020. No sábado (13), Bolsonaro almoçou com o príncipe herdeiro dos Emirados Árabes, Mohammed bin Zayed Al Nahyan, e realizou uma sessão de assinaturas de atos internacionais. 

Ainda em Dubai, Bolsonaro se encontrou também com o primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Rashid Al Maktoum. O presidente disse que conversou sobre negócios do setor da agricultura. "Trocamos algumas impressões e agora os nossos ministros vão travar um diálogo com seus homólogos aqui. É um trabalho que a gente faz como se fosse um cartão de visitas. Os interesses existem em ambas as partes. A agricultura é muito importante para eles, inteligência artificial e defesa, eles têm interesse em nosso C-390 [avião para transporte tático/logístico e reabastecimento em voo, desenvolvido e fabricado pela Embraer], educacional, alguns acordos assinados também. Estamos começando em Dubai, a meu entender, com o pé direito", comentou Bolsonaro. 

Na segunda-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro abriu o seminário "Invest in Brazil Forum", da Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Participaram também os ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Carlos França (Relações Exteriores), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Tereza Cristina (Agricultura), Paulo Guedes (Economia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Braga Netto (Defesa) e Gilson Machado (Turismo).

Hotel em Dubai

A diária do quarto onde o presidente se hospedou em Dubai custa R$ 45 mil. O valor foi revelado pelo chefe do Executivo brasileiro durante conversa com a imprensa no sábado (13). A comitiva ficou no Habtoor Palace Dubai, um hotel de luxo da cidade.

“Vocês sabem quanto é a diária do meu quarto? R$ 45 mil. O que você acha disso? É 0800 para mim, tá o.k.? Eu e mais nove, são dez quartos. Eu jamais, com todo o respeito, ficaria aqui", disse Bolsonaro.

Veja abaixo a galeria de fotos do hotel onde o presidente ficou hospedado em Dubai a convite dos anfitriões:

O presidente fez uma relação entre o valor da diária e o salário que recebe como presidente. "Você sabe quanto eu ganho líquido por mês? Quem paga as contas aqui não seria eu. Seria o cartão corporativo. Você sabe quanto o presidente da República ganha líquido por mês? Na ordem de R$ 25 mil. Não estou criticando. Essa é uma realidade."

Bahrein

O presidente seguiu viagem na terça-feira (16) para a capital do Bahrein, Manama, onde inaugurou uma embaixada brasileira no país. A nação é a quarta do Oriente Médio que mais realiza transações comerciais com o Brasil. Bolsonaro também fez um vídeo mostrando o hotel onde ficou em Manama (veja abaixo). De lá, o presidente foi para o Catar, nesta quarta-feira (17).

Jornalistas barrados em Doha

Alguns jornalistas brasileiros que cobrem a visita presidencial ao Oriente Médio foram impedidos de entrar em Doha, no Catar. O governo local baixou no dia 15 uma medida inserindo os Emirados Árabes na lista vermelha da Covid-19, que exigia quarentena em hotéis determinados pelo governo do país.

O decreto foi editado e entrou em vigor no mesmo dia, o que pegou os jornalistas de surpresa. No país do Oriente Médio, Bolsonaro teve um encontro com o emir Tamim bin Hamad al-Thani, governante máximo da monarquia do Catar. O presidente também foi ao estádio Lusail, construído para a Copa de 2022. Depois de cumprir a agenda oficial, Bolsonaro aproveitou o restante do tempo para fazer passeio de moto. 

Últimas