Cidade Alerta DF Justiça decide que advogado acusado de atropelar mulher volte para à Papuda 

Justiça decide que advogado acusado de atropelar mulher volte para à Papuda 

A OAB solicitou uma cela especial para o motorista 

A Justiça do Distrito Federal decidiu que o advogado Paulo Ricardo Moraes Milhomem, 37 anos, vai voltar à cela comum no Complexo Penitenciário da Papuda. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) solicitou que ele não fosse para à Papuda. Ele é acusado de atropelar a servidora pública Tatiana Matsunaga, de 40 anos, no Lago Sul, após uma briga de trânsito. Tatiana segue internada na UTI em estado estável.

Últimas