Eleições 2022

Brasília Com recorde de atendimento do TSE, Fachin vê país unido 'como há muito não se via' pela democracia

Com recorde de atendimento do TSE, Fachin vê país unido 'como há muito não se via' pela democracia

Declaração foi dada após fim do prazo de cadastro eleitoral; TSE recebeu 8.951.527 pedidos para regularização eleitoral em um mês

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

O presidente do TSE, ministro Edson Fachin

O presidente do TSE, ministro Edson Fachin

Rovena Rosa/Agencia Brasil

Ao fim do período de cadastro eleitoral, nesta quarta-feira (4), o ministro Edson Fachin, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), disse que viu o Brasil em sintonia com o processo democrático e com o bem de todos. A declaração foi concedida nesta quinta (5) durante divulgação do balanço parcial de atendimento da Justiça Eleitoral. A Corte recebeu 8.951.527 pedidos nos últimos 31 dias, um recorde segundo Fachin.

"Vimos, como há muito não se via, um país unido pelo bem e fortalecimento da democracia. Por isso, agradeço a cada um, influenciador ou não, famoso ou não, brasileiro ou não, jovem ou não, que criou conteúdos nas redes sociais para chamar a atenção de todos para a regularização do título", afirmou.

Em fevereiro deste ano, o ministro afirmou que temia atos de violência durante as eleições. Ele disse que a votação segura é o principal lema de sua gestão à frente da Corte, que se estende até agosto deste ano, prazo para que candidatos apresentem registro de candidatura.

Vimos, como há muito não se via, um país unido pelo bem e fortalecimento da democracia. Por isso, agradeço a cada um, influenciador ou não, famoso ou não, brasileiro ou não, jovem ou não, que criou conteúdos nas redes sociais para chamar a atenção de todos para a regularização do título

Edson Fachin, presidente do TSE

Fim do prazo para cadastro eleitoral

O prazo para pedir a emissão ou regularização dos títulos de eleitor se encerrou às 23h59 desta quarta-feira. Apenas nesta quarta, a Justiça Eleitoral realizou 1.738.808 atendimentos nos cartórios eleitorais e pela web. Quem entrou com a solicitação pode acompanhar o processo pela internet, na página do TSE.

Nesta quinta, Fachin agradeceu aos servidores e colaboradoras e também a todos os outros envolvidos no processo, enfatizando o apoio de quem foi "além do virtual", disponibilizando "conhecimento, tempo, computadores e acesso à internet para viabilizar o atendimento remoto de tantos que precisam de ajuda".

Urna eletrônica que será usada na eleição deste ano

Urna eletrônica que será usada na eleição deste ano

Evaristo Sá/AFP - 22.11.2021

O balanço ainda é parcial. Agora, a Justiça Eleitoral começa a fase de processamento dos dados e de resposta aos eleitores que fizeram suas solicitações. Segundo Fachin, os dados finais sobre o perfil do eleitorado brasileiro devem ser apresentados no mês de julho, conforme previsto no calendário da Corte.

Esses números tão animadores também dão a dimensão da responsabilidade que temos em nossas mãos na organização do peito que se avizinha. A população respondeu ao chamado do TSE, que não medirá esforços para realizar eleições limpas, transparentes, com paz e segurança.

Eleitores com menos de 18 anos

Segundo o ministro, o país ganhou 2.042.817 novos eleitores na faixa etária de 16 a 18 anos, entre janeiro e abril. "Esse número representa um aumento de 47,2% em relação ao mesmo período em 2018 e de 57,4% quando comparado aos quatro primeiros meses do ano de 2014. Um reflexo da mobilização encabeçada pelo TSE durante a semana do 'Jovem Eleitor', realizada de 14 a 18 de março e que teve adesão espontânea da sociedade brasileira ao movimento."

Sede do TSE, em Brasília

Sede do TSE, em Brasília

TSE/Reprodução

Apenas em março foram 522.471 mil novos eleitores com menos de 18 anos. Em abril, o TSE atendeu 991.415 mil jovens que solicitaram o primeiro título – um aumento de 89,7% em relação ao mês anterior.

"Agora, temos um novo desafio: assegurar que todas essas pessoas que responderam ao nosso chamado para emitir e regularizar o título compareçam no dia 2 de outubro. E aqui faço um alerta específico para a outra ponta da tabela, ou seja, brasileiras e brasileiros com mais de 70 anos que, assim como os menores de 18, têm o voto facultado. Compareçam, exerçam seu direito. Não deixem de fazer valer a sua vontade pelo voto", declarou Fachin.

Últimas