Brasília Começa vacinação contra Covid para jovens de 17 anos no DF

Começa vacinação contra Covid para jovens de 17 anos no DF

Adolescentes chegaram cedo aos postos e processo foi tranquilo; imunização para esse grupo foi possível após chegada de 50 mil doses

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Resumindo a Notícia

  • Jovens de 17 anos sem comorbidades começaram a receber a primeira dose da vacina
  • Adolescentes foram cedo aos postos e vacinação foi tranquila durante a manhã
  • Vacinação a esse grupo foi possível graças à chegada de 50 mil doses
  • Pfizer é único imunizante autorizado pela Anvisa para aplicação em adolescentes
Adolescentes exibem cartões de vacinação após receberem imunização no DF

Adolescentes exibem cartões de vacinação após receberem imunização no DF

Jéssica Moura/R7 Brasília

Mesmo com os postos de saúde abrindo apenas às 8h e os pontos de drive-thru começando a funcionar às 9h, adolescentes chegaram às unidades do Distrito Federal ainda mais cedo nesta terça-feira (24) para garantir a imunização contra a Covid-19. A manhã marcou o início da vacinação a jovens de 17 anos sem comorbidades.

No posto da Candangolândia, a fila começou a se formar por volta das 6h30. Apesar da grande quantidade de pessoas, a imunização caminhou bem, e quem procurou os pontos de vacinação conseguiu a dose.

"Nem doeu!", disse o jovem Victor Olivar, de 17 anos, após receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Ele, dois primos e a namorada foram juntos se imunizar. Depois de uma hora de espera, estavam com a vacina no braço e comemorando. “Fico relaxado agora, depois de um ano de espera. Fico sem medo, principalmente pelo meu pai, que é mais velho.”

A mãe de Victor, a dona de casa Socorro Barros, 44, tremia de felicidade depois que o filho foi vacinado. “É uma sensação de alívio ao vê-lo imunizado. Se tiver Covid, vai ser uma forma leve porque está protegido. Fico tranquila dele poder sair.”

Na UBS 1, da 612 Sul, os funcionários colocaram cadeiras para amenizar a espera do público. Rafael Silva, 17 anos, precisou faltar aula para se vacinar, mas diz que vale a pena. “Fico mais seguro para ir para a escola, mas é muita gente. Agora vacinado fico mais tranquilo.”

Nos jovens será ministrado apenas o produto da Pfizer/BionTech, único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação nessa faixa etária. Segundo a Secretaria de Saúde, 48.263 fazem parte desse grupo.

A ampliação da campanha foi possível depois que o Distrito Federal recebeu 28.068 doses da vacina na última sexta-feira (20) e outras 22.230 no domingo (22). Para avançar por idade, o governo alega que depende do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde.

Ao todo, a Secretaria de Saúde definiu 30 postos exclusivos para o atendimento dos adolescentes e também para grávidas e puérperas. Nas Unidades Básicas de Saúde nº 7, de Ceilândia, UBS 1, de Brazlândia, e UBS 5, de Taguatinga, o atendimento vai até as 22h. Nas demais, a aplicação termina às 17h.

Adolescentes de 17 anos começaram a se vacinar contra Covid-19 no DF nesta terça-feira (24)

Adolescentes de 17 anos começaram a se vacinar contra Covid-19 no DF nesta terça-feira (24)

Jéssica Moura/R7 Brasília

Depois do mutirão para aplicação das doses de reforço, que terminou nessa segunda-feira (23), a primeira dose voltou a ser oferecida nos postos de saúde a pessoas com 18 anos ou mais. A lista completa com os postos e a modalidade da aplicação está na página da secretaria na internet.

Últimas