Brasília Covid de Queiroga põe cerca de 50 pessoas em isolamento

Covid de Queiroga põe cerca de 50 pessoas em isolamento

Presidente Jair Bolsonaro alterou agenda presencial para videoconferência e cancelou viagem

  • Brasília | Maurício Ferro, do R7, em Brasília

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Adriano Machado/Reuters - 18.08.2021

Após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ser diagnosticado com covid-19, cerca de 50 pessoas que tiveram contato direto ou indireto com ele ficarão em isolamento social de cinco dias.

A recomendação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Depois desse período, serão submetidas a um teste PCR. Se der negativo, serão liberadas para o retorno às atividades presenciais.

Entre essas pessoas em isolamento está o presidente Jair Bolsonaro, que trocou compromisso presencial nesta quarta-feira (22) por uma videoconferência – a reunião foi com o subchefe para Assuntos Jurídicos da Presidência, Pedro Cesar Souza.

Bolsonaro está assintomático no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, em Brasília. Já o ministro Marcelo Queiroga ficou nos Estados Unidos de quarentena por 14 dias e, portanto, ainda não pode regressar ao Brasil.

Últimas