CPI da Covid

Brasília CPI vai ouvir advogada de médicos da Prevent Senior na próxima terça

CPI vai ouvir advogada de médicos da Prevent Senior na próxima terça

Advogada Bruna Morato representa grupo prestavam serviço para a operadora e que apresentaram denúncias contra a empresa

  • Brasília | Isabella Macedo, do R7, em Brasília

Presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM); senador Otto Alencar (PSD-BA) e o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL)

Presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM); senador Otto Alencar (PSD-BA) e o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL)

Pedro França/Agência Senado - 22.09.2021

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 aprovou no início da reunião desta quinta-feira (23) a convocação da advogada Bruna Morato, que representa o grupo de médicos que prestavam serviços para a operadora Prevent Senior e que apresentaram denúncias contra a empresa.

A convocação foi  aprovada sem relutâncias e a advogada comparecerá ao Senado na próxima terça-feira (28), às 10h. Segundo o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), Bruna se dispôs a comparecer à CPI para falar em nome dos ex-funcionários da Prevent Senior, que apresentaram um dossiê com denúncias contra a operadora na condução de estudos com o uso de medicamentos sem eficácia contra a Covid-19.

“Ela se dispôs a vir à CPI. Será um depoimento, com certeza absoluta, esclarecedor para todos nós. Até por que o que ficou muito claro ontem no depoimento do diretor da Prevent Senior é que ele transfere todas as responsabilidades à autonomia médica e, em momento algum, ele diz que a direção era responsável por isso”, apontou Aziz.

Durante o depoimento nesta quarta (22), o executivo da operadora de saúde, Pedro Batista Júnior, acusou os ex-prestadores de serviços de furtar e manipular dados para incriminar a empresa.

Últimas