Brasília Declaração de Saúde do Viajante volta a ser obrigatória nesta sexta

Declaração de Saúde do Viajante volta a ser obrigatória nesta sexta

Anvisa suspendeu cobrança do formulário de quem entra no Brasil, em razão de instabilidade no sistema, nesta quinta-feira (25)

  • Brasília | Bruna Lima, do R7, em Brasília

Anvisa corrigiu instabilidade e voltará a cobrar declaração de saúde dos viajantes

Anvisa corrigiu instabilidade e voltará a cobrar declaração de saúde dos viajantes

Inframerica

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) retomará nesta sexta-feira (26) a cobrança da DSV (Declaração de Saúde do Viajante) de todos os passageiros que embarcam no exterior com destino ao Brasil. A exigência estava suspensa em razão de uma instabilidade no sistema que processa o formulário, mas o problema foi resolvido.

"A agência destaca que já está procedendo à comunicação sobre o restabelecimento do sistema junto às companhias aéreas e às equipes da Anvisa nos aeroportos", informou a entidade, em nota oficial. 

Anteriormente, com a detecção do problema, a agência havia orientado as companhias aéreas a não realizar a cobrança antes do embarque dos passageiros. 

A declaração está prevista na portaria 658, de 5 de outubro de 2021, que regula a entrada de viajantes vindos de outros países. Entre as determinações está o preenchimento da DSV, junto à apresentação de um teste negativo para a Covid-19.

Os documentos são mostrados às empresas aéreas antes do embarque, e são imperativos para que se permita o seguimento da viagem. Ao preencher a declaração, o passageiro também se compromete a atender às medidas sanitárias adotadas no Brasil durante a estadia no país. 

Veja o Vacinômetro do R7, que mostra os índices da vacinação no país:

Últimas