Brasília DF registra queda de 14,7% nos crimes violentos neste ano

DF registra queda de 14,7% nos crimes violentos neste ano

Número de vítimas de homicídio em agosto é o segundo menor dos últimos 22 anos para o mês, de acordo com dados da SSP-DF 

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

SSP-DF desenvolve estratégias e ações com base em estudos de microrregião e de inteligência

SSP-DF desenvolve estratégias e ações com base em estudos de microrregião e de inteligência

Roberto Castro/GDF

O Distrito Federal registrou queda de 14,7% nos chamados crimes Violentos Letais Intencionais, que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte nos primeiros oito meses do ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado. O registro de homicídios em agosto chegou a ser o segundo menor dos últimos 22 anos para o mês, de acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) divulgado nesta segunda-feira (13).

O cenário positivo se manteve também nos casos de latrocínio (roubo seguido de morte): a queda foi de 45% nos primeiro oito meses de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado. 

O balanço mostra ainda queda nos crimes contra o patrimônio, como transporte coletivo, transeunte (assalto a indivíduos abordados enquanto transitam em vias públicas), furto em veículo, a residência, de veículo , e em comércios. A redução foi de 17,4%, o que representa 3,7 mil roubos e furtos a menos no DF. 

O roubo em transporte coletivo foi o crime com maior dimunuição no período: 45,6%. Passou de 720 para 392 ocorrências, o que significa 328 casos a menos. O furto em veículo e os roubos a residência, de veículo e a comércio caíram 10%, 10,9%, 11,9% e 4,4%, respetivamente.

Inteligência 
O chefe do Departamento Operacional da Polícia Militar do DF, coronel Jorge Eduardo Naime, credita o cenário positivo aos estudos sobre manchas criminais feitos para identificar a tipicidade dos crimes em cada região administrativa. “A partir disso, aplicamos o policiamento adequado e o horário para cada localidade. Em alguns casos, temos policiamento a pé, outros pontos aplicamos policiamento mais repressivo, de trânsito ou com abordagem de veículos. Aliás, registramos um número grande de apreensão de armas graças a essas abordagens”, destacou.

De acordo com o coronel Naime, a PMDF conta atualmente com 450 homens atuando, especificamente, dentro do departamento operacional. “Graças a essa forma de atuação integrada, massiva e intensiva da polícia do DF, estamos conseguindo reduzir o índice criminal, focando na solução do problema de cada região”.

A PMDF ainda tem realizado a aplicação de análise ambiental de fator criminal. É um estudo feito nos ambientes de maior incidência de crimes. “Depois de analisarmos o ambiente, fazemos a intervenção e ocupação. Para isso, contamos com a parceria das administrações regionais e da sociedade em geral para trabalhar de forma preventiva”, explicou o chefe do Departamento Operacional da PMDF.

Últimas