Gripe

Brasília DF: Saúde convoca para vacinação contra influenza após caso de H3N2

DF: Saúde convoca para vacinação contra influenza após caso de H3N2

Capital tem 50 mil doses de vacina contra a gripe disponível nos postos, e precisa imunizar 90% dos grupos prioritários

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Vacinação contra a gripe influenza no Senado Federal

Vacinação contra a gripe influenza no Senado Federal

Rodrigo Viana/Senado Federal - 12.05.2020

O Governo do Distrito Federal está em alerta para os casos de H3N2 e recomenda que a população se vacine. É o que destaca a chefe do Cievs-DF (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância à Saúde), Priscilleyne Reis. A capital tem, até o momento, um paciente com o vírus, importado do estado de São Paulo.

A capital federal tem cerca de 50 mil doses de imunizantes contra a gripe disponíveis. A Secretaria de Saúde ainda não bateu meta de vacinação contra influenza, que é de 90% dos grupos prioritários, incluindo crianças, gestantes, puérperas, idosos e pessoas com comorbidades. No momento, a capital tem um aumento nos casos de influenza.

“Sobre o H3N2, o DF está alerta. Nossa rede de vigilância está alerta. Essa vigilância é realizada para os casos internados. É um exame específico para saber o tipo de vírus, e a informação que a gente capta pelo nosso sistema de vigilância, que tem passado por problemas de instabilidades, é de um caso de H3N2, de um residente do DF que estava em SP. A pessoa não adoeceu aqui”, destacou Priscilleyne.

A especialista destacou que os brasilienses devem procurar as unidades de saúde para se imunizar. Os postos com vacina contra a gripe estão disponíveis no site da Secretaria de Saúde. “Além da vacina, as medidas básicas [de proteção] são as que já fazemos para o covid, como lavar as mãos, evitar aglomeração, uso de máscara, e quem estiver doente, fique em casa, a não ser que apresente sinal de gravidade”, recomendou.

Últimas