Brasília GDF lança ações de inclusão para pessoas com deficiência

GDF lança ações de inclusão para pessoas com deficiência

Anunciados no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência, projetos vão garantir vans adaptadas e internet para população de baixa renda

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

GDF vai disponibilizar 50 vans adaptadas para circulação de pessoas com deficiência

GDF vai disponibilizar 50 vans adaptadas para circulação de pessoas com deficiência

Jéssica Moura/R7

No Dia Nacional de Luta pelos Direitos da Pessoa Com Deficiência, o governador Ibaneis Rocha (MDB) lançou, na manhã desta terça-feira (21), dois programas – um de mobilidade e outro de inclusão digital – voltados para a população com deficiência em todo Distrito Federal.

Dentre as ações anunciadas durante evento no Palácio do Buriti, estão o projeto DF Acessível, que prevê a circulação desse público em vans adaptadas, e o Conecta Mais, que vai ofertar internet 4G para as pessoas com deficiência de baixa renda.

Para o governador, essa é uma vitória que será ampliada para que todos possam se locomover com dignidade no DF. "Sabemos que muita coisa ainda precisa ser feita. As calçadas no DF foram feitas de qualquer jeito", destacou Ibaneis, ao citar o projeto da Novacap que vai reformar locais de passeio no DF. "Estamos em uma caminhada muito grande para tornar Brasília uma cidade totalmente acessível", afirmou. 

A proposta é que os projetos possam ir além das questões de acessibilidade e mobilidade. "São programas que visam mudar vidas, a condição de uma pessoa que não tinha como estar inserida no meio social e agora será", ponderou o titular da Secretaria Extraordinária de Pessoas com Deficiência do DF, Flávio Pereira dos Santos.

Por meio do programa do GDF, as pessoas com deficiência motora severa poderão usar 50 vans adaptadas para estudar, trabalhar ou comparecer às consultas médicas. A operadora será a TCB - Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília, mesma empresa que opera linhas de ônibus do Plano Piloto. 

"O mundo não é uma Disneylândia. Temos uma grande dificuldade de fazer a inclusão, mas é possível", ressaltou o secretário de Economia, André Clemente. 

Já com o Conecta Mais beneficiará mais de 20 mil deficientes físicos de baixa renda com bolsas de pacotes de dados e chips de celular com acesso à internet 4G. "Vamos colocar internet em todas as escolas do DF, depois vamos levar acessibilidade a motoristas de táxis com nosso roteador", garantiu o secretário de Tecnologia e Informação, Gilvan Máximo.

Manifestação
Enquanto Ibaneis Rocha discursava dentro do Buriti, cerca de 50 manifestantes protestavam pela convovação dos aprovados no concurso de 2018 da Polícia Militar, do lado de fora, na altura do Eixo Monumental.

Eles foram aprovados no último concurso de formação e sustentam a tese de que o GDF tem orçamento suficiente para chamar 750 novos policiais militares. Um dos coordenadores da comissão dos aprovados, Leandro da Mata, disse que os aprovados estão prejudicados. "Desde 2018, há muito atraso nessa convocação. O governo tem orçamento, mas não chama na velocidade que deve. A gente tem sido prejudicado com isso", afirmou.

Últimas