Brasília GDF promete novas pontes sobre o Lago Paranoá com acesso à BR-020

GDF promete novas pontes sobre o Lago Paranoá com acesso à BR-020

Complexo rodoviário da chamada 'nova Saída Norte' será formado por 16 km de pistas e 23 viadutos para ligar o Plano Piloto à rodovia

  • Brasília | Rossini Gomes, do R7, em Brasília

Projeção de ponte estaiada que servirá de travessia entre Lago Paranoá e a península norte

Projeção de ponte estaiada que servirá de travessia entre Lago Paranoá e a península norte

DIVULGAÇÃO/SECRETARIA DE TRANSPORTE E MOBILIDADE DO DF

Uma audiência púbilca marcada para a próxima sexta-feira (29) vai discutir a construção de duas novas pontes sobre o Lago Paranoá, no Distrito Federal. Os equipamentos farão parte de um complexo rodoviário formado por 16 km de pistas e 23 viadutos e chamado de "nova Saída Norte", projeto com investimento inicial de R$ 3,8 bilhões que tem o objetivo de facilitar o acesso entre o Plano Piloto e a BR-020, próximo a Sobradinho.

"A obra está prevista no Plano Diretor de Transporte Urbano e Mobilidade e foi recomendada para reduzir o trânsito na via que passa pela Ponte do Bragueto, além de servir como alternativa de acesso ao Plano Piloto para as regiões do Itapoã e Paranoá", informou o governo distrital.

A audiência pública que tem o objetivo de apresentar e debater o projeto está marcada para as 10h, no auditório do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (SAM, Setor de Administração Municipal, Bloco C, Setor Complementares - Asa Norte, Brasília). Durante a audiência, os interessados também poderão participar por meio de mensagens de WhatsApp. O número ainda será divulgado pela Secretaria de Transporte e Mobilidade.

O encontro será transmitido ao vivo pelo canal da pasta no YouTube, e a gravação ficará disponível para consultas. O prazo para contribuições foi aberto no dia 11 deste mês, e as sugestões podem ser enviadas até 13 de maio para o e-mail consultansn@semob.df.gov.br.

Parceria Público-Privada

De acordo com o GDF, a nova Saída Norte será construída por meio de uma Parceria Público-Privada, na modalidade concessão administrativa com contrato de 25 anos. "A empresa vencedora da concorrência deverá construir o complexo em aproximadamente quatro anos, devendo fazer a conservação e a manutenção de todo o complexo rodoviário durante o restante do prazo contratual", informou o governo.

"Além das pistas e viadutos, a nova saída contará com a estrutura para a implantação de transporte coletivo no sistema de BRT. A previsão é de uma faixa exclusiva de BRT no sentido de ida e de volta, ao lado do canteiro central, incluindo terminais e passarelas. Cada sentido da via contará com mais três faixas de tráfego. Ao longo de toda a via, haverá faixas exclusivas para ciclistas e calçadas para uso dos pedestres."

O GDF informou que o ponto inicial será na Asa Norte, logo após o campus da Universidade de Brasília. "Ali serão feitas as obras de interseção com a L4 Norte, oferecendo opções de entrada e saída na ponte que servirá de travessia do Lago Paranoá para a península norte. Será uma ponte estaiada, elaborada a partir de projeto feito pelo arquiteto Oscar Niemeyer em 1987, com aproximadamente 1,2 mil metros de extensão".

Últimas