Brasília Governo cria rede para aumentar produtividade do setor automotivo

Governo cria rede para aumentar produtividade do setor automotivo

Iniciativa do Ministério da Economia pretende aumentar a competitividade em toda a cadeia produtiva do segmento

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

Governo cria rede para elevar competitividade do setor automotivo

Governo cria rede para elevar competitividade do setor automotivo

Reprodução/ BBC

Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (7) a portaria que institui a "Rede Colaborativa para Aumento da Produtividade e da Competitividade do Setor Automotivo Brasileiro", que recebeu o nome de Made in Brasil Integrado (MiBI). A entidade tem o objetivo de elevar a competitividade das cadeias produtivas do setor automotivo.

Entre as atividades da rede estão o mapeamento das demandas e oportunidades na cadeia de valor das principais commodities da indústria automotiva necessárias para o desenvolvimento do país, a definição de estratégias transversais de articulação da cadeia da indústria automotiva para avanços em sua competitividade, a remoção de barreiras para desenvolvimento e produção nacional de componentes, sistemas e peças para a competitividade da cadeia automotiva e a identificação e proposição de estratégias para evitar desabastecimento do mercado brasileiro.

A rede foi criada pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia. Pela portaria publicada nesta quinta, a pasta fará parte do Comitê Executivo da MiBI, ao lado de instituições como a SAE Brasil, Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) e Associação Brasileira da Indústria de Ferramentais (Abinfer), entre outros.

O comitê será responsável por propor diretrizes, linhas programáticas, alianças e critérios para as ações da rede, definir segmentos prioritários para o diagnóstico dos componentes desses segmentos, acompanhar, avaliar e divulgar os resultados dos trabalhos desenvolvidos, designar grupos de trabalho e aprovar a indicação dos coordenadores e do representante que exercerá a secretaria-executiva do comitê.

Últimas