Brasília 'Governo não pode dar reajuste a todos', diz líder da bancada da bala

'Governo não pode dar reajuste a todos', diz líder da bancada da bala

Deputado Capitão Augusto acredita que presidente vai sancionar reajuste para policiais federais

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Deputado federal Capitão Augusto

Deputado federal Capitão Augusto

Reprodução/ Câmara dos Deputados

O deputado Capitão Augusto (PL-SP), líder da bancada da bala na Câmara, afirmou acreditar que o presidente Jair Bolsonaro não deve vetar o reajuste aprovado pelo Parlamento para os policiais federais de todo o país. No entanto, ele reconhece que o valor sancionado pode ser menor do que o previsto. O congressista afirma que o Executivo não pode reajustar o salário de todos os servidores, diante da insatisfação de outras categorias.

Após o governo anunciar o reajuste para policiais, servidores da Receita Federal iniciaram a entrega coletiva de cargos, e o número de baixas chega a 1.200 no órgão. Além disso, as fiscalizações aduaneiras nas fronteiras foram paralisadas, que gerou filas de caminhões. Também está suspenso o serviço de emissão de certificação de operadores econômicos.

No Banco Central, existe a ameaça de greve diante da ausência de reajuste. Para o deputado Capitão Augusto, não é possível conceder neste momento os reajustes demandados por outras categorias. "Havia uma solicitação da bancada da bala para que o presidente viesse atuar em favor dos policiais. Não tem como dar aumento a todos os servidores. O presidente sempre tem que priorizar algumas áreas. E desta vez a área priorizada foi a questão da segurança", disse ele ao R7.

Ele diz acreditar que uma iniciativa do governo federal poderia facilitar o andamento da proposta no Congresso. "Se ele desse o o.k., com certeza a Câmara estaria disposta a votar. Existe muita insatisfação, até porque este presidente que está aí, entendemos que mais de 90% dos policiais militares, bombeiros votaram nele, fizeram campanha de graça, e ele não reconhece isso", completa.

Últimas