Eleições 2022

Brasília Lula tem 40% das intenções, e Bolsonaro, 32,7%, diz pesquisa

Lula tem 40% das intenções, e Bolsonaro, 32,7%, diz pesquisa

Diferença entre os dois diminuiu 0,7 ponto percentual entre março e abril; margem de erro é de 2,2 pontos percentuais

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Presidente Jair Bolsonaro e ex-presidente Lula

Presidente Jair Bolsonaro e ex-presidente Lula

Reprodução / Alan Santos / PR

O ex-presidente Lula tem com 40% das intenções de voto, e o presidente Jair Bolsonaro, 32,7%, segundo relatório do Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira (6). A diferença entre ambos, porém, caiu 0,7 ponto percentual em relação ao levantamento anterior, de março. O grau de confiança dos resultados é de 95% e a margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

Na pesquisa estimulada, em que o eleitor escolhe uma opção de voto entre os nomes que lhes são apresentados, Lula e Bolsonaro aparecem com larga vantagem em relação aos outros pré-candidatos. Veja:

Lula: 40%
Bolsonaro: 32,7%
Sergio Moro: 7,1%
Nenhum/Branco/Nulo: 6,9%
Ciro Gomes: 5,4%
Não sabe/Não respondeu: 3,7%
João Doria: 2,3%
André Janones: 1,1%
Simone Tebet: 0,6%
Luis Felipe D'Avila: 0,1%

No histórico do último trimestre, a diferença entre Lula e Bolsonaro vem caindo mensalmente. Em fevereiro, o ex-presidente tinha 11 pontos de vantagem; em março, a vantagem diminuiu para 8 pontos, e em abril, ficou em 7,3.

Em eventual segundo turno entre Lula e Jair Bolsonaro, 47,1% dos eleitores responderam que votariam em Lula e 38,5% em Bolsonaro. Ao todo, brancos, nulos e entrevistados que não souberam responder somaram 14,4%.

Já na pesquisa espontânea — ou seja, de forma livre, sem opções citadas aos entrevistados —, Lula e Bolsonaro aparecem em empate técnico. Veja:

Não sabe/Não respondeu: 36,4%
Lula: 26,8%
Bolsonaro: 23%
Ninguém/ Branco/Nulo: 9,7%
Ciro Gomes: 1,6%
Sergio Moro: 1,3%
João Doria: 0,4%
André Janones: 0,3%
Outros nomes citados: 0,3%
Eduardo Leite: 0,2%

Como a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, Bolsonaro pode variar de 20,8% a 25,2%, enquanto Lula pode ter de 24,6% a 29%. 

O instituto entrevistou 2.020 eleitores com 16 anos ou mais em 164 municípios dos 26 estados do país e no Distrito Federal entre os dias 31 de março e 5 de abril de 2022. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-08065/2022.

Últimas