Brasília Márcio França desiste de candidatura ao Governo de São Paulo

Márcio França desiste de candidatura ao Governo de São Paulo

Ex-governador de São Paulo Márcio França sofria pressão para retirada de pré-candidatura ao mesmo cargo que Haddad

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Ex-governador de São Paulo Márcio França

Ex-governador de São Paulo Márcio França

Divulgação/Fernanda Luz

Márcio França (PSB) desistiu da pré-candidatura ao Governo de São Paulo. O anúncio foi confirmado por ele nesta sexta-feira (8), em meio às pressões da coligação para abrir caminho ao também pré-candidato ao Executivo paulista Fernando Haddad (PT). 

O ex-governador disse que está cumprindo a promessa que fez de deixar a candidatura ao governo se não fosse o mais bem posicionado nas pesquisas de intenção de voto. "É por isso que eu decidi apoiar agora a candidatura do Fernando Haddad para governador. Ele reuniu essas condições e está à frente nas pesquisas. É a hora de defender, antes de tudo, a democracia", afirmou, em comunicado nas redes sociais.

França não revelou qual cargo deve disputar no pleito de outubro, mas a tendência é que ele tente uma vaga no Senado. A disputa pelo cargo de governador em São Paulo vinha sendo discutida havia meses entre PSB e PT. As legendas firmaram uma coligação para as eleições deste ano e oficializaram a chapa de Lula e Alckmin para concorrer à Presidência, mas passaram a debater apoios em diferentes estados.

No fim de junho, o ex-governador de São Paulo Márcio França chegou a afirmar que ainda era pré-candidato ao governo do estado e lembrou que houve a conversa para que o candidato mais bem avaliado nas pesquisas cedesse a vaga na disputa ao aliado.

Na ocasião, França admitiu que Haddad aparecia à frente nas pesquisas, mas destacou que haveria novos levantamentos. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Paraná, divulgada no começo de julho, o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) lidera, na pesquisa espontânea, com 8,4%, contra 6,2% de Haddad e 2,3% de França.

Últimas