Brasília MS: Após escândalo, Marquinhos Trad perde eleitoras, levando Riedel a empate numérico com Puccinelli

MS: Após escândalo, Marquinhos Trad perde eleitoras, levando Riedel a empate numérico com Puccinelli

Disputa pelo Governo de Mato Grosso do Sul tem empate técnico entre cinco candidatos; Tereza Cristina lidera para o Senado

  • Brasília | Do R7, em Brasília

André Puccinelli, Eduardo Riedel, Rose Modesto, Capitão Contar e Marquinhos Trad

André Puccinelli, Eduardo Riedel, Rose Modesto, Capitão Contar e Marquinhos Trad

DIVULGAÇÃO/ARTE R7

A disputa pelo governo de Mato Grosso do Sul tem um empate técnico entre cinco candidatos, de acordo com pesquisa realizada pelo Real Time Big Data divulgada nesta sexta-feira (30). Na pesquisa estimulada (em que o nome dos candidatos é apresentado ao entrevistado), o ex-governador André Puccinelli (MDB) e Eduardo Riedel (PSDB) aparecem com 20% nas intenções de voto cada, seguidos por Rose Modesto (União Brasil) e Capitão Contar (PRTB), que têm 15% cada, e por Marquinhos Trad (PSD), com 14%. A margem de erro é de três pontos percentuais, o que configura o empate técnico.

Arte Luce Costa / R7

A pesquisa, encomendada pela Record TV, foi realizada pelo Instituto Real Time Big Data e ouviu 1.000 eleitores, nos dias 28 e 29 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O índice de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número MS-02982/2022. 

Marquinhos Trad perdeu espaço entre o eleitorado feminino depois que foi acusado de suposto assédio sexual. Os quatro inquéritos sobre o caso foram arquivados no último dia 22. A queda de Trad permitiu a ascenção de Ridel, que agora está numericamente empatado com  Puccinelli. 

O empate técnico entre os cinco candidatos ocorre também quando são considerados apenas os votos válidos (em que se excluem votos em branco e nulos). Riedel e Puccinelli têm 22% cada, seguidos por Rose Modesto e Capitão Contar, ambos com 17%, e Marquinhos Trad, com 16%.

Arte Luce Costa / R7

Rejeição

O candidato André Puccinelli aparece na sondagem com 49% no índice de rejeição. Marquinhos Trad tem 46%, Capitão Contar, 37%, e Eduardo Riedel, 34%. 

Senado

Na corrida pelo Senado, a ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina (PP) está na liderança por ampla vantagem no levantamento estimulado. Ela aparece com 47% das intenções de voto. O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (União) e o Juiz Odilon (PSD) estão empatados em segundo, com 18% cada. Se levados em consideração apenas os votos válidos, Tereza Cristina tem 52% das intenções de voto. Mandetta e Odilon aparecem com 20% cada. 

Arte Luce Costa / R7

Aprovação do atual governo

O levantamento apontou que o atual governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), tem aprovação de 60% das pessoas ouvidas. Os que consideram o governo ótimo são 16%. Para 30%, o governo é bom, e outros 25% reponderam que acham a gestão de Azambuja regular. Para 16% dos entrevistados, o governo é ruim e para 10% é péssimo. Três por cento não sabem ou não responderam.   

Últimas