Brasília 'Muito aquém do esperado', diz Mourão sobre manifestações

'Muito aquém do esperado', diz Mourão sobre manifestações

Sobre os atos registrados no domingo (12) no país, vice-presidente disse que 'a esquerda faltando, falta muita gente'

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Mourão avaliou que as manifestações de domingo (12) foram 'muito aquém do esperado'

Mourão avaliou que as manifestações de domingo (12) foram 'muito aquém do esperado'

Adriano Machado/Reuters

Um dia após as manifestações de apoiadores e críticos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), avaliou que a movimentação foi “muito aquém” do esperado. A declaração foi dada durante entrevista a jornalistas, na manhã desta segunda-feira (13), em Brasília.

“Não resta dúvida que, na semana passada, tivemos uma manifestação massiva em favor do governo. Já as manifestações de ontem (domingo), não desdenho de nada, foram aquém do que se podia esperar. A esquerda faltando, falta muita gente”, disse Mourão.

O vice-presidente destacou ainda que essa é uma semana com temas importantes a serem tratados pelo Congresso Nacional, como a votação do novo Código Eleitoral (Projeto de Lei Complementar 112/21) e o Marco Civil da Internet, lei que regulamenta o uso da rede no Brasil.

Transamazônica
Em relação à viagem que fez para a Amazônia, no final de agosto, Mourão afirmou que os embaixadores ficaram satisfeitos com o que viram. "Andamos 80 quilômetros na Transamazônica e não havia nenhuma queimada”.

A viagem foi uma tentativa de melhorar a imagem do Brasil, após cobranças de países europeus para reduzir o desmatamento na região. O vice-presidente e autoridades de diversos países estiveram nos municípios de Novo Progresso e Altamira, no Estado do Pará, que concentram as ações da Operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), denominada operação Samaúma, para combater desmatamento e queimadas.

Últimas