Brasília Mulher é resgatada após sete dias em cárcere privado

Mulher é resgatada após sete dias em cárcere privado

Vítima sofreu várias agressões físicas e foi mantida presa em casa pelo próprio companheiro. Ela foi resgatada nesta quarta-feira (6)

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Segundo a vítima, o companheiro é ex-presidiário

Segundo a vítima, o companheiro é ex-presidiário

Uma mulher de 29 anos foi mantida em cárcere privado pelo companheiro durante sete dias, em Sol Nascente, Ceilândia. A vítima sofria agressões desde agosto deste ano. O caso ocorreu no dia 28 de setembro e foi divulgado na manhã desta quarta-feira (6), pela Polícia Civil.

Segundo a corporação, o companheiro teria agredido a vítima após pedir mais bebidas alcoólicas. Durante a agressão, ela foi empurrada contra a parede, levou socos no rosto e teve uma parte do cabelo arrancada. Após o episódio de violência, a mulher ainda foi mantida em cárcere por sete dias na própria casa, onde foi resgatada por policiais.

O grupo policial conseguiu localizar a vítima porque os companheiros de trabalho notaram sua ausência por dias seguidos. A vítima era funcionária do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e após uma colega entrar em contato a denúncia foi realizada, e o agressor foi preso em flagrante por cárcere e violência doméstica. 

De acordo com dados da Polícia Civil, o homem vai responder por injúria, ameaça, estupro, lesão corporal, violência doméstica, cárcere privado e pela Lei Maria da Penha (Lei n° 11.340/06).

Últimas