STF

Brasília Pacheco diz a Fux que emendas de relator podem ter transparência

Pacheco diz a Fux que emendas de relator podem ter transparência

Em encontro com o presidente do STF, ele afirmou que estuda resolução para melhorar a divulgação do 'orçamento secreto'

  • Brasília | Do R7

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

Adriano Machado/Reuters - 27.10.2021

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse, em encontro com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, que o Congresso pode adotar medidas de transparência sobre os valores e destinação dos recursos do chamado orçamento secreto. "Estamos estudando uma resolução, criada entre a Câmara e o Senado, para dar ainda mais publicidade ao tema, principalmente com detalhes da destinação dos recursos, que são importantes para 210 milhões de brasileiros", afirmou.

Com base em uma liminar concedida por Rosa Weber, o plenário do STF suspendeu — por 8 votos a 2 — os repasses a parlamentares por meio das emendas do relator. A verba é usada pelo Executivo para obter apoio no Congresso. "Eu chamei esta reunião por causa da existência de um impasse que precisa ser resolvido. Posteriormente, vou solicitar um encontro com a excelentíssima relatora [Rosa Weber]", disse Pacheco.

Pacheco disse que encontrou boa receptividade no ministro Fux. Ele também destacou que o Senado fará um mutirão para votar indicações que ainda não foram apreciadas nas comissões da Casa. Ele citou a sabatina de André Mendonça, indicado para uma vaga no Supremo, mas não apontou uma data para que seja realizada.

Últimas