Brasília ‘Parceiro mais poderoso’, diz presidente polonês sobre o Brasil

‘Parceiro mais poderoso’, diz presidente polonês sobre o Brasil

Andrzej Duda se reuniu com o presidente Bolsonaro pouco antes da abertura da Assembleia Geral da ONU, em Nova York

  • Brasília | Lucas Nanini, do R7, em Brasília

Jair Bolsonaro posa com o presidente da Polônia Andrzej Duda

Jair Bolsonaro posa com o presidente da Polônia Andrzej Duda

Reprodução/Twitter/Kancelarii Prezydenta

O presidente da Polônia, Andrzej Duda, afirmou que o Brasil é o mais importante parceiro comercial do país europeu no hemisfério sul. A declaração ocorreu após reunião com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (21), em Nova York, pouco antes da abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Andrzey declarou que “com mais de 200 milhões de habitantes, o Brasil é nosso mais poderoso parceiro no hemisfério sul”. Durante o encontro, o líder polonês e Bolsonaro conversaram sobre como aumentar o comércio e proteger investimentos.

Discurso na ONU
O presidente Jair Bolsonaro discursa na abertura da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas. nesta terça-feira. O chefe de Estado brasileiro é o primeiro a falar. Em Nova York desde domingo (19) para participar do encontro, ele disse que o pronunciamento na ONU se basearia em "verdades".

Bolsonaro está nos Estados Unidos acompanhado de uma comitiva formada por ministros e autoridades, entre eles o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o ministro-chefe da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos, os ministros do Meio Ambiente, Joaquim Leite, das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, do Turismo, Gilson Machado, e da Saúde, Marcelo Queiroga.

Boris Johnson
Na segunda (20), Bolsonaro se reuniu com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Foi o primeiro encontro bilateral entre o líder britânico e o presidente brasileiro. A reunião ocorreu na residência do consulado-geral britânico a portas fechadas e teve a participação de ministros brasileiros.

Últimas