Brasília Placa de carro zero está clonada desde 2011 em São Paulo

Placa de carro zero está clonada desde 2011 em São Paulo

Detran-DF não sabe explicar o que aconteceu

  • Brasília | Do R7, com a TV Record Brasília

Carro é zero quilômetro e acumula multas desde 2011 em outro estado

Carro é zero quilômetro e acumula multas desde 2011 em outro estado

Reprodução / TV Record Brasília

O Detran-DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) não sabe explicar como a placa de um carro zero quilômetro, ano 2013, está clonada desde 2011 no estado de São Paulo.   

O veículo saiu há pouco mais de um mês de uma concessionária Fiat de Brasília. O emplacamento foi pago e assinado por um despachante do Detran, mas quando o servidor público Fábio Lustosa foi consultar no site do órgão para ver se todas as taxas estavam pagas se assustou ao encontrar vários recursos de multa de 2011 e 2012 em aberto.  

Lustosa decidiu ir à delegacia para registrar ocorrência, mas descobriu que já existem outros boletins em andamento e não conseguiu finalizar o pedido.  

— Eles disseram que já tem um carro com a mesma placa que o meu clonada em São Paulo e que eu não poderia registrar a ocorrência porque era um caso que o Detran deveria resolver. Por outro lado, o Detran não me informa nada e a única orientação que me repassaram é a de abrir um protocolo e aguardar.   

Leia mais notícias no R7 DF

Detran-DF apreende moto campeã de multas: 343 infrações em dois anos

O dono do veículo explicou que falou com três agentes do departamento e que nenhum deles soube dizer o que estava acontecendo.  

— Todos afirmaram que nunca viram nada parecido antes. Para eles, isso é inédito e muito sério também, mas ninguém sabe como resolver.  

Lustosa também procurou a concessionária onde comprou o carro, porque foi lá que pagou o despachante para fazer o emplacamento. No entanto, eles dizem que não têm obrigação alguma e que isso é responsabilidade do Detran.  

— Eu paguei, mas agora eles não têm obrigação. Ou seja, eu tenho que me virar com não sei quem, porque o Detran não sabe o que fazer e na delegacia não posso registrar a ocorrência.  

O homem também achou esquisito porque o seguro obrigatório que pagou no dia 11 de maio foi em vão. Em um email enviado à seguradora responsável explicando toda a situação, ele recebeu como resposta que deveria enviar o comprovante de pagamento, uma vez que "a placa informada não pertence ao Renavan descrito".  

— O meu carro não existe no DPVAT, ele não faz parte do sistema e eu paguei.  

Em nota, o Detran disse que o Renavan informado pertence a um Honda Fit que está em São Paulo e não ao Fiat comprado por Lustosa no Distrito Federal.  

O departamento também ressaltou que o carro mostrado na reportagem está com o seguro obrigatório em aberto, mas não deu nenhuma outra explicação sobre o caso.  

Faça seu e-mail do R7
Imprima suas fotos no R7!
Venha para o R7 Banda Larga!

Últimas