STF

PM faz barreira humana para proteger STF

Mais de 50 homens estão posicionados em frente ao Palácio do Itamaraty, em Brasília, para impedir avanço de manifestantes

  • Brasília | Emerson Fraga, do R7, em Brasília

Manifestantes pró-Bolsonaro seguem em Brasília após os atos de 7 de Setembro. Mais de cem veículos ocupam a Esplanada dos Ministérios nesta quarta-feira (8). Dois caminhões são usados para pressionar pela derrubada do bloqueio que dá acesso ao STF (Supremo Tribunal Federal) ao Congresso Nacional.

A Polícia Militar do Distrito Federal fez um cerco com mais de 50 agentes em frente ao Palácio do Itamaraty para conter os presentes. A preocupação é de que eles avancem para a sede do Supremo, onde ocorre às 15h30 uma sessão plenária.

Manifestantes na Esplanada nesta quarta-feira, 8 de setembro

Manifestantes na Esplanada nesta quarta-feira, 8 de setembro

Emerson Fraga/R7

Discursos de apoiadores do presidente da República continuam sendo feitos em cima de um trio elétrico. Centenas de pessoas acompanham as falas. Faz mais de 30°C em Brasília na tarde de hoje.

Os manifestantes tentam avançar pela via N1, no sentido do Senado Federal, mas a tropa de choque está posicionada. 

Emerson Fraga/R7

“Muita gente disse que teria briga, teria arruaça, mas fizemos uma manifestação pacífica", disse um dos participantes do ato de cima do trio elétrico. O deputado federal Paulo Trabalho (PSL-GO) também protestou contra o STF.

“Se o nosso pleito não for atendido, nós vamos pedir licença à Polícia Militar e entrar lá, que é de nosso direito”, ameaçou. Os policiais usaram arames para reforçar as barreiras de contenção na Via S1, que vai no sentido Praça dos Três Poderes.

Últimas