Brasília 'Pode ser o primeiro confirmado', diz Queiroga sobre caso suspeito de varíola do macaco em SP

'Pode ser o primeiro confirmado', diz Queiroga sobre caso suspeito de varíola do macaco em SP

Segundo ministro, secretário de Saúde de SP vai ao Rio de Janeiro se reunir com laboratórios para definir estratégia de testagem

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agencia Brasil - Arquivo

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o Brasil pode ter a primeira confirmação de caso de varíola do macaco. Queiroga comentou um episódio suspeito de um homem em São Paulo, hospitalizado em isolamento no Instituto de Infectologia Emílio Ribas. "Esse parece que pode ser o primeiro a ser confirmado", disse, nesta quarta-feira (8).

Esse é o oitavo caso suspeito no Brasil. O paciente, de 41 anos, viajou recentemente para dois países que estão no topo da lista de diagnósticos confirmados da doença: Portugal e Espanha. Ele está internado, e as amostras ainda estão em análise pelo Instituto Adolfo Lutz e pelo Laboratório Central em Saúde Pública de São Paulo.

"Mas, independentemente da confirmação, a conduta é a mesma. Requer monitoramento. Existem cerca de mil casos no mundo. Aqui no Brasil, são oito suspeitos. Esse parece que pode ser o primeiro a ser confirmado. Amanhã, o secretário [de Saúde do Estado de São Paulo] estará no Rio de Janeiro, onde vai fazer uma reunião com os laboratórios para fazer uma estratégia de testagem", disse Queiroga.

Segundo ele, na próxima sexta-feira (10) deve ser distribuído aos laboratórios um documento de controle. "É um exame semelhante ao RT-PCR. Naturalmente, precisa de um controle para se certificar se aquele caso efetivamente se trata de monkeypox [varíola do macaco] ou não", comentou. O ministro ainda disse que todas essas situações têm sido conduzidas "com rigor técnico".

Entenda a varíola

Entenda a varíola

Arte/R7

Com informações da Record TV

Últimas