Brasília Polícia procura grupo que furtou equipamentos da hípica do Parque 

Polícia procura grupo que furtou equipamentos da hípica do Parque 

Criminosos se passaram por clientes interessados em conhecer o local e aproveitaram para levar os materiais de equitação

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Câmeras de segurança registraram o momento em que cinco pessoas furtam equipamentos de equitação da hípica

Câmeras de segurança registraram o momento em que cinco pessoas furtam equipamentos de equitação da hípica

Reprodução

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) procura cinco suspeitos de terem furtado o Centro Hípico do Parque da Cidade. O caso ocorreu na última quinta-feira (30), por volta das 14h, quando os suspeitos retiraram equipamentos de equitação do local e levaram para o carro em que chegaram. O prejuízo soma cerca de R$ 6 mil. 

A 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro Velho) investiga o caso, registrado pelo circuito interno da hípica. As imagens mostram o grupo carregando os materiais. Segundo o relato dos administradores do local, quatro homens e uma mulher entraram no estabelecimento e fingiram estar interessados em informações sobre o funcionamento da hípica. 

Uma vez dentro do centro, aproveitaram a ocasião para furtar equipamentos. Entre os itens que foram levados estão uma cela adaptada para hidroterapia, um loro (que prende o estribo), um estribo, uma cabeçada, uma rédea, uma barrigueira, um bridão. Quem tiver informações sobre o caso pode fazer uma denúncia anônima pelo telefone 197.

Além de permitir passeios a cavalo, a hípica é uma escola de equitação e oferta aulas gratuitas a crianças de 3 a 17 anos com deficiência ou transtorno do espectro autista, paralisia cerebral e distúrbios de aprendizagem, por exemplo.

Últimas