STF

Brasília Por unanimidade, STF nega habeas corpus a Roberto Jefferson

Por unanimidade, STF nega habeas corpus a Roberto Jefferson

Ex-deputado federal está preso desde 13 de agosto por ordem do ministro Alexandre de Moraes

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Ex-deputado é acusado de participação em uma organização criminosa digital

Ex-deputado é acusado de participação em uma organização criminosa digital

Felipe Menezes/PTB Nacional

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) negou por unanimidade o pedido de habeas corpus do ex-deputado federal Roberto Jefferson. O julgamento virtual — que teve início em 15 de outubro e terminou na última sexta-feira (22) — foi publicado nesta segunda-feira (25). Jefferson está internado no hospital penitenciário, em Bangu (RJ), desde sábado (23) pelo agravamento de seu estado de saúde.

Jefferson é acusado de participação em uma organização criminosa digital montada para promover ataques à democracia.

Os ministros seguiram o voto do relator Edson Fachin. Jefferson está preso desde agosto no Rio de Janeiro por ordem do ministro Alexandre de Moraes, que determinou também o cumprimento de busca e apreensão contra o presidente do PTB.

O inquérito é um desdobramento da investigação que apurava organização e financiamento de atos antidemocráticos, aberto no ano passado com base em um pedido da Procuradoria-Geral da República. A Polícia Federal apontou ter identificado sérias ameaças em publicações do parlamentar nas redes sociais.

Últimas