STF

Brasília Prefeito que tentou embarcar com R$ 505 mil é alvo de buscas da PF

Prefeito que tentou embarcar com R$ 505 mil é alvo de buscas da PF

O ministro Alexandre de Moraes também decidiu pelo bloqueio das conta das Associação Nacional de Produtores de Soja

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Nelson Jr./SCO/STF - 03.03.2021

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Polícia Federal colha o depoimento do prefeito de Cerro do Rio Grande do Sul, Gilmar João Alba, encontrado no Aeroporto de Congonhas com R$ 505 mil em espécie. Ele também autorizou o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra o político, com a finalidade de apreender celulares, computadores e arquivos digitais. De acordo com a Polícia Federal, quando foi flagrado com o dinheiro, Gilmar Alba tentava embarcar para Brasília.

Na mesma decisão, o magistrado determinou o bloqueio das contas da Associação Brasileira de Produtores de Soja (Aprosoja). As determinações ocorreram no âmbito do inquérito que investiga a realização e financiamento de atos antidemocráticos.

O magistrado atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Também foram bloqueadas as contas das Associação dos Produtores de Soja do Mato Grosso. O Banco Central deve passar informações sobre transferências financeiras da entidade para terceiros, em todos os valores que atingem ou superam os R$ 10 mil.

Os bloqueios devem ocorrer até a quarta-feira (8), um dia após o feriado da Independência, onde estão previstos protestos em apoio ao governo em diversas cidades. 

Últimas