Brasília Queiroga: 'Tenho que subir para trabalhar, senão o mito me manda embora'

Queiroga: 'Tenho que subir para trabalhar, senão o mito me manda embora'

Ministro deu a declaração em tom de brincadeira, após um site de notícias falar que ele teria pedido demissão

  • Brasília | Lívia Veiga, da Record TV, e Kelly Almeida, do R7, em Brasília

Joédson Alves/EFE

Um dia depois de negar que tenha pedido demissão do Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga chegou para trabalhar nesta sexta-feira (3) por volta das 10h. Ao ser abordado pelos jornalistas, o ministro trocou poucas palavras e disse que precisava subir para trabalhar. Em tom de brincadeira, completou: "senão o mito me manda embora".  

Na tarde de quinta-feira (2), Queiroga declarou que não pediu demissão do cargo. Ele deu o esclarecimento após um site de notícias afirmar que ele tinha pedido para deixar a pasta. “Nem pedi demissão nem vou pedir demissão. Estarei aqui no Ministério da Saúde até o dia em que o presidente da República entender que eu sou útil à nação brasileira”, disse.

Últimas