Brasília Renan avalia incluir Heinze no relatório por desinformação

Renan avalia incluir Heinze no relatório por desinformação

Inclusão foi sugerida pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE) depois que Luis Carlos Heinze no momento de fala do parlamentar do PP

  • Brasília | Sarah Teófilo, do R7, em Brasília

Relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Pedro França/Agência Senado - 22.09.2021

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que vai avaliar a possibilidade de incluir o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) no relatório final como propagador de comunicação enganosa em massa. A sugestão foi feita pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE) durante a fala de Heinze.

“Minha sugestão, presidente, é que, por comunicação enganosa em massa, o nosso senador Heinze possa ser lembrado no relatório da CPI. Eu quero sugerir ao senador Renan que inclua vossa excelência (Heinze) no relatório como um dos grandes propagadores de propaganda enganosa em massa, porque isso é uma desinformação para a população brasileira”, afirmou Carvalho.

Calheiros pontuou que vai avaliar a possibilidade com o colegiado. Momentos antes, o relator afirmou que o senador do PP cita números imprecisos e equivocados todos os dias. Como um dos membros da comissão, Heinze tem 15 minutos de fala durante as sessões da CPI.

Ele, usualmente, utiliza o período para exaltar número de vacinados no Brasil e defender o chamado ‘tratamento precoce’, que utiliza medicamentos sem eficácia comprovada contra covid-19, como cloroquina. A ideia é amplamente criticada pela comunidade científica.

Últimas