CPI da Covid

Brasília Senadores entregam relatório da CPI para Fux, presidente do STF

Senadores entregam relatório da CPI para Fux, presidente do STF

Cópias do documento, que pede indiciamento de 78 pessoas, haviam sido entregues mais cedo para TCU, PRDF e PGT

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, Luiz Fux com relatório da CPI da Covid

Na imagem, Luiz Fux com relatório da CPI da Covid

Reprodução

Senadores da CPI da Covid entregaram, na tarde desta quinta-feira (28), cópia do relatório final aprovado pela comissão para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux.

Participaram da agenda os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues, presidente e vice-presidente da CPI, respectivamente, além de Humberto Costa (PT-PE).

Mais cedo, cópias do documento foram entregues também para o Tribunal de Contas da União (TCU), Procuradoria da República no Distrito Federal (PR-DF) e Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT).

O relatório final da comissão foi aprovado na noite da última terça-feira (26) por 7 votos a 4. A última versão do documento tem 1.289 páginas e 80 pedidos de indiciamento – 78 de pessoas e duas empresas.

A peça é o compilado de tudo o que foi apurado nos quase seis meses de reuniões no Senado, desde a abertura dos trabalhos, em 27 de abril deste ano. Além das sugestões de indiciamento, o texto traz pedidos de investigação. A partir do relatório, órgãos fiscalizadores estão sendo acionados pelos senadores para darem continuidade à apuração de possíveis crimes cometidos pelos citados.

Votaram a favor do texto Aziz, Rodrigues, Calheiros, Costa, Tasso Jereissati (PSDB-CE), Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Braga (MDB-AM). Votaram contra Marcos Rogério (DEM-RO), Eduardo Girão (Podemos-CE), Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Jorginho Mello (PL-SC).

Entre os principais pedidos de indiciamento estão o do presidente Jair Bolsonaro, o do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o do ex-ministro Eduardo Pazuello e o do ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni. O único governador na lista de sugestões de indiciamento é Wilson Lima (PSC), do Amazonas.

Há, ainda, os nomes do senador Flávio Bolsonaro e de vários deputados, como Ricardo Barros (PP-PR), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Osmar Terra (MDB-RS) e Carlos Jordy (PSL-RJ).

Os senadores devem realizar um tour por algumas regiões do país a fim de apresentar o relatório a determinas entidades judiciais e ao MP. De acordo com Rodrigues, a previsão é que os membros da CPI visitem Rio de Janeiro e São Paulo entre os dias 10 e 11 de novembro.

A cúpula da CPI quer entregar o relatório também para o Tribunal Penal Internacional, em Haia (Holanda). Não há, contudo, previsão para a agenda.

Últimas