STF

Brasília STF determina extradição do mafioso italiano Rocco Morabito

STF determina extradição do mafioso italiano Rocco Morabito

Em julgamento de recurso, ministros entenderam que estão presentes os requisitos para a deportação do condenado

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Mafioso italiano Rocco Morabito após ser preso pela PF na Paraíba

Mafioso italiano Rocco Morabito após ser preso pela PF na Paraíba

Record TV/Reprodução - Arquivo

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) negou um recurso contra a extradição do italiano Rocco Morabito, condenado por tráfico de drogas e por organização criminosa. Ele é um dos foragidos mais procurados da Europa. Com a decisão do colegiado, Rocco será extraditado para cumprir as penas em seu país de origem. 

Ele foi preso em maio do ano passado, em João Pessoa, pela Interpol. Em março, a Primeira Turma já tinha autorizado a extradição. No entanto, a defesa apresentou recurso. Ao julgarem novamente o caso, os ministros decidiram negar o pedido de reconsideração do entendimento e declararam o trânsito em julgado do processo — agora, não cabe mais recurso.

Os magistrados seguiram o voto da relatora, Carmen Lúcia, que entende que os crimes cometidos na Itália também são punidos no Brasil, o que autoriza a deportação para cumprimento de pena no país de origem. Rocco seria integrante da máfia 'Ndrangheta, considerada pela polícia italiana uma das maiores organizações criminosas do país europeu.

Últimas