STF

Brasília STF nega autorização para que caminhoneiros fechem rodovias

STF nega autorização para que caminhoneiros fechem rodovias

Advogados da categoria solicitaram a derrubada de liminares que impedem a realização de bloqueios nas estradas

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

STF negou mandado de segurança a entidades de caminhoneiros

STF negou mandado de segurança a entidades de caminhoneiros

SANDRO PEREIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 09.09.2021

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de suspensão de 29 liminares concedidas pela Justiça que impedem o bloqueio de rodovias em todo o país. Os caminhoneiros também ingressaram no Supremo contra decisões que impedem protestos nas estradas. 

Um movimento grevista foi deflagrado nesta segunda-feira (1º). No entanto, há baixa adesão ao protesto. O Ministério da Infraestrutura informou que não existem pontos de bloqueio pelo país. Durante a madrugada, um grupo tentou parar as atividades no porto de Santos, em São Paulo, mas teve o ato impedido pela polícia.

Os caminhoneiros alegaram que a proibição de manifestações viola a liberdade de expressão. Também sustentaram que as interdições seriam parciais e não fechariam o trânsito. No entanto, a ministra Cármen Lúcia avaliou que o mecanismo utilizado para contestar as decisões, um mandado de segurança, não é o mais apropriado para o propósito. 

Últimas