Eleições 2022

Brasília Terceira via diz que vai anunciar candidato único em 18 de maio

Terceira via diz que vai anunciar candidato único em 18 de maio

Presidentes do MDB, PSDB, Cidadania e União Brasil se reuniram na tarde desta quarta (6) para começar os debates

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Novo modelo de urna eletrônica, mais seguro e moderno, será usado nas eleições de 2022

Novo modelo de urna eletrônica, mais seguro e moderno, será usado nas eleições de 2022

TSE/Divulgação - 13.12.2021

Lideranças do MDB, do PSDB, do União Brasil e do Cidadania fizeram uma reunião, na tarde desta quarta-feira (6), para tratar de um candidato único à Presidência da República. O encontro contou com os presidentes dos respectivos partidos, Baleia Rossi, Bruno Araújo, Luciano Bivar e Roberto Freire. A promessa é chegar a um consenso até 18 de maio.

Segundo nota com a assinatura dos quatro presidentes, na próxima quinta (14), o União Brasil confirmará o nome do candidato da legenda para apreciação dos demais partidos. “Conclamamos outras forças políticas democráticas para que possam se incorporar a esse projeto em defesa do Brasil e de todos os brasileiros”, conclui o texto.

Até agora, a senadora Simone Tebet é a presidenciável do MDB. A parlamentar esteve reunida com o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) na tarde desta quarta-feira. O tema do encontro foi, justamente, a possibilidade de os políticos formarem uma aliança para disputar o Palácio do Planalto em outubro.

As duas reuniões mostram indefinição sobre o cenário estabelecido até agora. Dentro do PSDB, por exemplo, Leite perdeu ao menos duas disputas para se lançar como candidato a presidente. Primeiro, nas prévias, vencidas por João Doria; depois, em uma segunda tentativa, com a mobilização do grupo do deputado Aécio Neves a seu favor, mas que terminou com a presidência da legenda reforçando apoio à candidatura do ex-governador de São Paulo.

E, para completar, no Cidadania, que criou uma federação partidária com o PSDB, integrantes do partido, incluindo a senadora Eliziane Gama (MA), já declararam apoio a Doria.

Últimas