Eleições 2018

Brasília TSE inicia julgamento que pode cassar chapa Bolsonaro-Mourão

TSE inicia julgamento que pode cassar chapa Bolsonaro-Mourão

Ministros avaliam se disparos em massa de mensagens pela internet podem ter influenciado o resultado da eleição

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

TSE analisa se disparos em massa de mensagens por redes sociais podem ter influenciado eleição

TSE analisa se disparos em massa de mensagens por redes sociais podem ter influenciado eleição

Divulgação/TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou nesta terça-feira (26) o julgamento de ações que pedem a cassação da chapa vencedora das eleições presidenciais de 2018, formada por Jair Bolsonaro (sem partido) e seu vice, Hamilton Mourão (PRTB).

A Corte julga ações de investigação eleitoral sobre eventuais irregularidades na campanha presidencial. A chapa é acusada de abuso de poder econômico em razão de supostos disparos em massa de mensagens que teriam alterado o resultado das eleições.

O conteúdo espalhado seria baseado em notícias falsas para atacar adversários. Os disparos teriam ocorrido por meio de empresas especializadas contratadas no Brasil e no exterior. O julgamento começa com o voto do ministro Luís Felipe Salomão, relator do caso. A análise pelo plenário do TSE pode levar mais de um dia. O plenário do Tribunal se reúne nas terças e quintas-feiras.

Caso a chapa seja cassada, Jair Bolsonaro e o vice perderão os cargos e ficarão inelegíveis para o próximo pleito. O TSE também pode decidir pelo arquivamento das acusações ou por punições mais brandas, como o pagamento de multa.

Últimas