Brasília Verba desviada da Petrobras daria 50 transposições, diz Bolsonaro

Verba desviada da Petrobras daria 50 transposições, diz Bolsonaro

Chefe do Executivo, que cumpre agenda em Jati, no Ceará, disse que obra no Nordeste tem custo aproximado de R$ 14 bilhões

  • Brasília | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

P
residente Jair Bolsonaro

P residente Jair Bolsonaro

Alan Santos /PR - 26.06.2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta terça-feira (8), que o dinheiro supostamente desviado ou mal-administrado da Petrobras daria para realizar 50 transposições do Rio São Francisco, no Nordeste.

"O endividamento da Petrobras, ao longo de 14 anos daquele partido de esquerda, foi de R$ 900 bilhões. Levando-se em conta que a transposição do Rio São Francisco está orçada aproximadamente em R$ 14 bilhões, equivale que aquilo desviado da Petrobras, ou mal-administrado, daria para fazer 50 transposições", disse.

A declaração foi feita pelo mandatário em cerimônia realizada em Jati, no Ceará, do ato de liberação das águas do Rio São Francisco para o estado. No evento, Bolsonaro voltou a criticar o passaporte vacinal, documento que comprova a imunização contra a Covid-19. "O governo, para combater a pandemia, só em 2020, gastou R$ 700 bilhões. Atendendo, inclusive, governadores e prefeitos de todo o Brasil, independente do partido político dessa autoridade", afirmou.

"Tanto é verdade que desconheço qualquer prefeitura ou governo de estado que tenha atrasado a folha de pagamento ou o décimo terceiro. Foi um governo que realmente atendeu a todos do Brasil", acrescentou.

Mais cedo, o presidente visitou uma estação e acompanhou o acionamento das bombas da EB1, em Salgueiro (PE). Na ocasião, Bolsonaro classificou as estruturas como "fantástica" e "vultosa", criticou gestões petistas, voltou a rechaçar as medidas restritivas de combate à Covid-19 e afirmou que "honrou compromissos".

O chefe do Executivo também visitará a Barragem de Boa Vista do Eixo Norte, em Piranhas, na Paraíba. Na quarta-feira (9), Bolsonaro deve participar de um ato em Caiacó, no Rio Grande do Norte. Em seguida, embarca para Jucuruti, no centro-sul do estado, onde visita a Barragem de Oiticica. A estrutura está em fase final de construção e vai garantir o abastecimento para 330 mil pessoas em oito cidades potiguares.

Últimas