Brasília Operação da PF contra Precisa pressiona CPI

Operação da PF contra Precisa pressiona CPI

Com documentos apreendidos e chegada de inquérito das fake news, relator fala em não entregar parecer na próxima semana

Com a operação da Polícia Federal (PF) que atingiu a empresa Precisa Medicamentos nesta sexta-feira (17), a pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 e autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), aumenta a pressão para que os trabalhos sejam mantidos ainda por mais algumas semanas. O relator Renan Calheiros (MDB-AL) havia dito que pretendia entregar o relatório final até o fim da próxima semana (24). Nesta sexta, entretanto, afirmou em videoconferência com advogados que a ideia é dar mais um tempo, entre uma e duas semanas.

Últimas