[Avaliação] Vale a pena comprar um Argo 1.0 Drive 2020?

Compacto comemora três anos de mercado com poucas mudanças mas com virtudes reforçadas

Argo 1.0 Drive, uma das versões mais em conta do compacto com preço a partir de R$ 48,9 mil

Argo 1.0 Drive, uma das versões mais em conta do compacto com preço a partir de R$ 48,9 mil

Marcos Camargo Jr

Há três anos o Fiat Argo estreava com uma dura missão de substituir a linha Palio com uma nova plataforma, novos motores e uma nova proposta. O Argo ainda não chegou à liderança como seu antecessor mas cumpre bem seu papel. Na versão 1.0 Drive, uma das mais acessíveis, ele preserva suas virtudes que caem bem a qualquer compacto: interior farto em espaço e economia de combustível.

Linhas esportivas caracterizam o Argo que chegou ao mercado há três anos

Linhas esportivas caracterizam o Argo que chegou ao mercado há três anos

Marcos Camargo Jr

O R7-Autos Carros avaliou o Fiat Argo 1.0 Drive, versão que custa R$ 48.990,00 ou R$ 53.190,00 com os opcionais mostrados nas fotos. Se por um lado ele ultrapassa a barreira dos R$ 50 mil nos carros de entrada, por outro é bem equipado diante dos concorrentes. 

O motor é o Firefly 1.0 três cilindros, um dos mais compactos do mercado, com 72 ou 72cv (etanol) e até 10,4kgfm de torque com o conhecido câmbio de cinco velocidades. Bem calibrado para a cidade ele é econômico rendendo 10km/litro de etanol em percurso urbano e 11km no trecho rodoviário. Ponto negativo continua sendo o ruído interno do motor devido a ausência de manta acústica sob o capô e reduzida proteção na parede corta fogo. A forração ali é apenas parcial e em altas rotações o motor se faz presente para acompanhar o passeio.

Interior do Argo é espaçoso sobretudo no banco traseiro: agora há cintos de três pontos para 3

Interior do Argo é espaçoso sobretudo no banco traseiro: agora há cintos de três pontos para 3

Marcos Camargo Jr

O Argo continua bem espaçoso por dentro comparável apenas o Renault Sandero, referência no segmento. O espaço no banco traseiro é ótimo com boa inclinação do banco e agora, seguindo a legislação, tem cinto de três pontos e encosto de cabeça para os três ocupantes (o sistema de fixação de cadeirinhas Isofix é de série também). 

Interior é quase todo preto com detalhes na cor cinza como no volante e aplique no tabelier

Interior é quase todo preto com detalhes na cor cinza como no volante e aplique no tabelier

Marcos Camargo Jr

O acabamento em geral é bom e o Argo continua atual porém simples no aspecto geral sem puxadores de porta cromados ou materiais mesclados na parte interna. Quando comparado com seus concorrentes o Argo se destaca nesse questito. O painel não teve alterações e nesta versão de entrada segue com a tela TFT que expõe o bom computador de bordo.

O Argo tem somente 3,99m de comprimento mas bom compartimento interno e 300l no porta-malas

O Argo tem somente 3,99m de comprimento mas bom compartimento interno e 300l no porta-malas

Marcos Camargo Jr

O dia a dia a bordo do Argo se traduz em conforto para rodar, boa economia e ergonomia. O volante plástico de aro fino cansa um pouco em viagens longas mas o Argo compensa com a boa calibração da direção elétrica. Nesta versão, como opcional, ele conta com câmera de ré e sensores de estacionamento traseiros.

Nova multimídia 

Central multimídia Uconnect tem 9´´ e oferece Android Auto e Apple CarPlay por R$ 2,9 mil

Central multimídia Uconnect tem 9´´ e oferece Android Auto e Apple CarPlay por R$ 2,9 mil

FCA Divulgação

Em 2020 a única mudança no Argo é a volta da multimídia Uconnect de 7´´ que tem Android Auto e Apple CarPlay além de comandos de voz via Bluetooth, streaming de áudio, rádio AM e FM, entradas auxiliar e USB (2) e o volante traz comandos de áudio e telefonia. Na unidade que avaliamos, fabricada em 2019, a multimídia tem 9 polegadas mas não conta com sistema de conexão para smartphones e apesar de maior é bem menos eficiente que a atual. 

Preço e concorrentes

O Fiat Argo é um bom compacto com virtudes bem consolidadas. É mais confortável que o novo Chevrolet Onix e o Ford Ka, além do veteraníssimo Volkswagen Gol e só um pouco menos espaçoso que o Renault Sandero e bem à frente do Hyundai HB20 no mesmo quesito. 

Marcos Camargo Jr

Apesar disso com opcionais como a multimídia, câmera de ré e "kit visibilidade" que ele ainda tem, por R$ 53 mil há opções mais em conta igualmente equipadas como o próprio Sandero, Ka, Gol e HB20 que não chegam a R$ 50 mil. 

Seu desempenho é bom, o ruído interno ganha um bom desconto pois boa parte dos carros da categoria é assim mas ele poderia custar um pouco menos para ser mais competitivo diante dos seus concorrentes.

Gosta do Argo? O Autos TV preparou um review completo da versão mais barata deste compacto da Fiat. Confira: