Compass 2021 fica mais bonito mas espera motor turbo chegar 

Nova cor ski gray combinada com pacote Night Eagle deixa visual bonito mesmo sem um desempenho brilhante

Na linha 2021 o Compass, que aguarda um discreto facelift e principalmente o novo motor turbo 1.3

Na linha 2021 o Compass, que aguarda um discreto facelift e principalmente o novo motor turbo 1.3

Marcos Camargo

Na linha 2021 o Compass, que aguarda um discreto facelift e principalmente o novo motor turbo 1.3, ganhou novos elementos para continuar competitivo. Mas essa palavra pode soar como eufemismo para um Crossover que vende nada menos que cinco vezes mais que seus principais concorrentes.

Além da cor Ski Gray o carro tem rodas aro 18 na cor preta

Além da cor Ski Gray o carro tem rodas aro 18 na cor preta

Marcos Camargo

Avaliamos o modelo Longitude com kit Night Eagle, que deixa o visual do carro incrementado ainda que não seja um versão topo de linha. Além da cor Ski Gray o carro tem rodas aro 18 na cor preta, teto preto e interior com molduras em preto brilhante.

Mesmo não sendo uma versão topo o Compass 2021 é bem equipado para o seu preço

Mesmo não sendo uma versão topo o Compass 2021 é bem equipado para o seu preço

Marcos Camargo

Mesmo não sendo uma versão topo o Compass 2021 é bem equipado para o seu preço quando comparado com os concorrentes: na versão Longitude já tem itens como ar condicionado digital dual-zone, bancos em couro, multimídia Uconnect com tela de 8,4 polegadas e tela TFT de 7 polegadas no painel com computador de bordo bem completo.

Por R$ 139.690,00 o Compass Longitude usa seu motor flex 2.0 aspirado com 159/166cv

Por R$ 139.690,00 o Compass Longitude usa seu motor flex 2.0 aspirado com 159/166cv

Marcos Camargo

Por R$ 139.690,00 o Compass Longitude usa seu motor flex 2.0 aspirado com 159/166cv e até 20,5kgfm com câmbio automático de seis marchas. No dia a dia o motor segue dando conta do recado mesmo com rotação alta quando exigido. O desempenho é aceitável sempre e condizente com a proposta na cidade e na estrada. Com bom espaço interno e porta malas de 410 litros, o Crossover da Jeep está na linha dos rivais.

Por dentro as mudanças são somente no acabamento

Por dentro as mudanças são somente no acabamento

Marcos Camargo

Em termos de conforto e desempenho não houve qualquer mudança enquanto o Crossover aguarda a chegada do motor turbo 1.3 que estreia muito em breve. Até lá, mesmo sem motor turbinado como no Chevrolet Equinox ou no Volkswagen Tiguan e no Peugeot 3008, o Compass traz boa relação custo benefício que atrai muitos clientes para a marca.