Cidades Área em situação de seca na Paraíba cresce 38% em outubro

Área em situação de seca na Paraíba cresce 38% em outubro

A situação de seca na Paraíba teve aumento de 38%, conforme divulgado

Portal Correio

A situação de seca na Paraíba teve aumento de 38%, conforme divulgado nesta segunda-feira (23) pela Agência Nacional das Águas (ANA), por meio do Monitor de Secas. O aumento vem depois de o estado ter alcançado uma marca inédita de estar com mais 70% de área sem seca pela primeira vez em seis anos.

A climatologia da precipitação de outubro na Paraíba é baixa. As chuvas observadas acompanharam a média histórica. Em função disso, os indicadores de seca apontam para não só a permanência da seca já instalada, como no aumento da área de seca fraca no oeste, e no avanço da seca moderada para leste. Os impactos da seca permanecem de curto e curto e longo prazo.

O mapa do Monitor de Secas com atualização dos dados de outubro está disponível e mostra alterações no cenário da seca, com melhora nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, e piora no Sul e Nordeste.

Dos 19 estados participantes, sete tiveram piora na condição de seca relativa (Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe e Rio Grande do Sul), em comparação ao mês de setembro. Por outro lado, seis tiveram melhora no quadro (Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal), com redução da seca. Os outros ficaram em situação similar à registrada em setembro.

O maior aumento na área com seca (50%) foi registrado no estado do Rio Grande no Norte, que passou a ter 83% do território sob influência do fenômeno. Em geral, nos estados do Nordeste o cenário foi de expansão territorial da seca: além da Paraíba, Alagoas teve alta de 23%; Ceará, de 17%; e Sergipe, de 14%.

Últimas